AchèAchè
    search
    Título

    Quais são as atividades mais recomendadas para frear o avanço do Alzheimer?

    Uncategorized

    Por

    O paciente com doença de Alzheimer precisa ter seu tratamento baseado sempre em medidas farmacológicas, fazendo uso das classes de remédios adequadas para a fase da doença em que se encontra. São essenciais também as atividades de estimulação cognitiva, social e física, visto que atuam como importantes adjuvantes no processo de controle do quadro.

    Benefícios do tratamento não farmacológico da doença de Alzheimer


    “Existem evidências científicas de que as
    medidas não farmacológicas indicadas para o tratamento de Alzheimer ajudam na manutenção de habilidades preservadas e preservação da funcionalidade do paciente. O intuito dos tratamentos não farmacológicos não é fazer com que o funcionamento cognitivo seja como antes da instalação da doença, mas que funcione o melhor possível a partir da intervenção”, afirma a geriatra Aline Ferreira.
    Quando os pacientes são estimulados com atividades que conseguem realizar, eles tendem a melhorar autoestima e iniciativa, e otimizam o uso das funções ainda preservadas. “A seleção, frequência e distribuição de tarefas deve ser criteriosa e, preferencialmente, orientada por profissionais, buscando inserir atividades agradáveis e compatíveis com a fase da doença”, destaca a médica.

    Fisioterapia, ler livros e palavras cruzadas são atividades recomendadas para o tratamento do Alzheimer


    Alguns exercícios (físicos e mentais) simples são possíveis e indicados, trazendo benefícios no cotidiano do paciente e cuidador. Porém,
    deve-se ter o cuidado para não sobrecarregar o paciente. “Praticar atividade física e/ou fisioterapia para ganho de força muscular, coordenação e equilíbrio auxilia no retardo do declínio funcional. A musicoterapia, por sua vez, pode trazer memórias passadas e retardar o processo de degeneração”, indica Dra. Aline.
    Outras sugestões de atividades que podem ser implementadas no dia a dia do paciente com Alzheimer: organizar/ordenar cartas, cartões, revistas e álbuns de fotos; ler livros, jornais ou revista em voz alta; manter um calendário e relógio sempre alcançáveis; reproduzir músicas; lembrar de grandes invenções, programas de TV ou eventos marcantes na vida do paciente; montar um quebra-cabeça (não oferecer nada infantil); fazer palavras cruzadas e participar de atividades que proporcionem contato social.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes