search
    Título

    Por que ficamos com dor de dente? Qual a explicação?

    Cabeça e Pescoço
    Meu Corpo

    Por

    A dor de dente pode ser provocada por qualquer agente agressor que consiga atingir o nervo do dente, sendo a cárie o mais comum. Contudo, existem outras causas para a dor no local, tais como doenças de gengiva e traumas. Portanto, a explicação para o incômodo, que muitas vezes é aliviado com a ajuda de analgésicos, varia de acordo com o que a motivou.

    Cáries e doenças na gengiva


    “As cáries costumam causar desmineralização do dente e vão permitindo que as bactérias cheguem cada vez mais perto do nervo, provocando a dor de dente”, explica o
    cirurgião-dentista Johnathan Marcondes. O profissional afirma que as doenças da gengiva, por outro lado, são silenciosas, causando, inicialmente, uma inflamação que provoca sangramento e uma cor mais avermelhada. Se não tratada, através de escova e fio dentário, a inicial gengivite pode evoluir para uma periodontite.

    “Quando chega neste estágio, aí sim a dor pode surgir, pois começa a ocorrer uma reabsorção do osso e um espaço entre o osso e o dente, chamado de bolsa periodontal. O avanço dessa perda óssea faz com que ocorra uma contaminação da polpa do dente (conhecida como nervo ou canal) e provoca infecção e muita dor, mesmo que o dente não tenha nenhuma cárie”.

    Sensibilidade nos dentes e traumas


    Segundo o dentista, há ainda a possibilidade de retração das gengivas, o que faz com que elas possam expor a raiz do dente. Isso causa a famosa dor pelo contato com o que é gelado. É possível até mesmo sentir dor com a entrada do próprio ar na boca. Além do incômodo, essa retração pode levar a um comprometimento do dente.

    Os traumas também resultam em dor de dente, já que muitas vezes o paciente recebe uma batida no dente e depois de alguns meses ocorre a mortificação da polpa dentária. “É sempre bom aos praticantes de esportes que incluam em seus itens de segurança, protetores bucais. Estes podem ser feitos no consultório odontológico com vários materiais e no formato exato da dentição do paciente, mas também existem opções pré-fabricadas. Basta colocar em água morna e adaptar”.

    Fatores de risco para dor de dente


    Os principais fatores de risco para dor de dente são idade, alimentação e escovação inadequada. “Crianças e jovens são mais propensos a cáries dentárias. Na fase adulta ocorre uma estabilização e depois disso aumentam os problemas periodontais. Alimentos ricos em açúcar, como doces e refrigerantes, são prejudiciais não apenas aos dentes, mas à saúde de maneira geral. Quanto à escovação, é vital garantir que a escova esteja sempre em boas condições. Mais do que a pasta, ela é a grande responsável pela limpeza da boca”.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes