search
    Título

    Pele sensível: quais são os cuidados especiais para o outono e inverno?

    Uncategorized

    Por

    Com o fim do verão, é hora de prestar atenção aos efeitos causados na pele sensível pelo clima mais frio e seco do outono e do inverno e, claro, se prevenir dos prejuízos. Alguns processos de limpeza e cuidados, como a esfoliação, por exemplo, devem ser evitados para não causar lesões.

    Uso de buchas e esponjas pode machucar pele sensível no inverno


    Os
    cuidados com a pele sensível devem começar logo pelo banho. De acordo com a dermatologista Valeska Rios, a temperatura da água não deve ser muito alta: “Nesta época, é comum tomarmos banhos quentes, que provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo a cobertura lipídica que retém a umidade da pele”.
    O ideal é que a água esteja morna, inclusive, ao lavar o rosto na pia. Para enxugá-lo, não esfregue a toalha, passe o tecido suavemente sobre a pele. A especialista aconselha também a preferir o uso de sabonetes neutros e evitar buchas e esponjas. Ao sair, hidrate áreas mais sujeitas ao ressecamento, como cotovelos, pés e joelhos.

    Hidratação adequada evita ressecamento da pele sensível no inverno


    Como o calor diminui durante o inverno, muitos jovens acabam reduzindo também a ingestão de água, mesmo que inconscientemente. No entanto, o consumo adequado de água, assim como uma alimentação saudável, é essencial para
    manter a hidratação da pele e de todo o organismo. “É importante investir em uma alimentação rica em vitaminas e antioxidantes, que contribuem para frear o envelhecimento da pele”, afirma a profissional.
    Além disso, as temperaturas mais baixas do outono e do inverno não significam que o protetor solar deve ficar esquecido no armário. Os índices radiação podem até ser menores, mas ainda causam estragos na pele sensível, especialmente em conjunto com outros fatores. “A falta de cuidado nessa época do ano pode causar problemas, como coceira intensa na pele ressecada, feridas, queimaduras pelo frio intenso e micoses ou piorar doenças crônicas preexistentes, como alergias, dermatites, psoríase, rosácea”, alerta Valeska.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes