AchèAchè
    search
    Título

    Como manter o tratamento completo das varizes durante a quarentena?

    Uncategorized

    Por

    No atual período de quarentena em função da pandemia do novo coronavírus, muitos pacientes com doenças crônicas (varizes, por exemplo), que realizam tratamento contínuo, enfrentam dificuldades para manter os cuidados sem grandes perdas. A impossibilidade de estar com os médicos presencialmente, nos consultórios, vem se demonstrando uma barreira limitadora. mesmo assim, é preciso fazer o que for possível para controlar os sintomas e o quadro no geral.

    Varizes durante a quarentena


    “Em tempos de Pandemia, realmente é muito difícil
    manter o tratamento completo contra as varizes dos membros inferiores. Se o médico dispor em seu consultório de todo o material de EPI (máscara, luvas, proteção de calçados, proteção de cabelos, jaleco, etc.), com tudo descartável, fica mais viável manter as portas abertas e atender seus pacientes”, explica o angiologista Jayme Ramos Filho. 

    Quando isso não for possível, o especialista indica as consultas online, oferecidas por diversos médicos no atual período. “Esse tipo de consulta não permite o tratamento dos vasos varicosos, mas possibilita realização de exames e orientação médica. Nessa fase, acredito que o principal seja manter o tratamento de suporte, com orientação e prevenção, uso de medicamentos, mudança de hábitos de vida, uso de meias de compressão, etc.”, orienta o profissional.

    Medidas de tratamento


    O uso de medicamento específico para controle dos sintomas das varizes é um dos principais métodos de tratamento.
    Esse tipo de remédio facilita a circulação sanguínea, diminuindo as chances do sangue se concentrar nos membros inferiores – fato este que explica a manifestação dos sintomas da doença (formação de veias dilatadas e escuras, além de dor e inchaço das pernas). 

    Também é essencial que os pacientes preencham suas rotinas em isolamento com atividades que favoreçam o tratamento contra as varizes. Prática de atividades físicas é um exemplo muito importante, especialmente aquelas que trabalham a musculatura da panturrilha e pernas como um todo. Não ficar muito tempo parado, seja sentado ou em pé, também é relevante, assim como não fumar. 

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes