AchèAchè
    search
    Título

    Como identificar varizes em veias profundas?

    Uncategorized

    Por

    A circulação venosa dos membros inferiores se dá pelos sistemas superficial e profundo. As veias superficiais, em sua maioria, são aquelas que podem ser vistas e reconhecidas nas pernas. As veias profundas, por sua vez, são invisíveis a olho nu, porque se encontram dentro dos músculos. Mesmo assim, elas também estão associadas às varizes.  

    Varizes em veias profundas


    “As veias do sistema venoso profundo, como as femorais e poplíteas, podem se tornar insuficientes e
    gerar sintomas típicos de varizes, como inchaço, dor, sensação de pernas pesadas, etc. Ao identificar algum desses sintomas, é importante fazer uma consulta com um cirurgião vascular para que ele possa realizar um exame físico e um ecodoppler para o diagnóstico”, informa o angiologista Jayme Ramos.

    Segundo o especialista, é importante entender que há uma diferença entre veias do sistema profundo e veias que não são visíveis. Toda veia profunda é invisível, mas nem toda veia invisível é profunda. “As veias safenas, por exemplo, não são (em sua maioria) visíveis a olho nu, mas fazem parte do sistema venoso superficial”, explica o médico.

    Medidas de tratamento das varizes


    Independente das varizes se darem em veias profundas ou superficiais, o tratamento adequado deve ser iniciado o quanto antes para aumentar as chances de recuperação plena. Dentre as medidas indicadas para controlar os sintomas das varizes, é interessante destacar alguns hábitos saudáveis, como não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas em excesso, praticar atividade física regularmente e ter uma dieta balanceada para
    evitar sedentarismo e obesidade.

    Além disso, é muito importante apostar no tratamento medicamentoso, já que as substâncias presentes nestes remédios atuam no organismo de modo a facilitar a circulação sanguínea, evitando o acúmulo de sangue nos membros inferiores. O uso de meias de compressão é outra medida amplamente indicada, com bom nível de eficiência no controle dos sintomas do quadro.   

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes