search
Título

Cateterismo: Saiba como funciona o exame cardíaco

Uncategorized

Por

O cateterismo é um exame considerado invasivo e que é utilizado na cardiologia para diagnosticar e analisar a gravidade de doenças no coração. Os principais problemas são o infarto e a angina, caracterizada por uma dor no peito, mas também serve para identificar doenças das válvulas e do músculo cardíacos e defeitos do nascimento, conhecidos como cardiopatias congênitas. Para saber mais sobre esse exame, conversamos com o cardiologista Rubens Mattar Júnior, que esclarece algumas dúvidas comuns sobre o cateterismo.

Como é feito o cateterismo?

“O exame consiste em puncionar ou dissecar uma artéria na região da virilha ou na região do punho, por onde é introduzido um tubo fino e flexível que se chama cateter. Ele é guiado até o coração para analisar o funcionamento do órgão”, explica o cardiologista.
Durante o procedimento, são feitas imagens de raios X para levar o cateter ao coração. O especialista, então, analisa o tamanho das cavidades, a anatomia das válvulas, pressões entre as cavidades do coração e se há presença ou não de placas que podem provocar o infarto do miocárdio. Todo o processo pode levar de 30 a 60 minutos.

Chances de complicações do cateterismo são menores que 2%


“O cateterismo é feito em ambiente hospitalar e, ao término do procedimento, o cardiologista retira o tubo plástico e aplica uma pressão ou promove a sutura para prevenir sangramento local”, afirma o profissional. O risco de complicações do exame não ultrapassa 2% e vão desde hematomas e reações alérgicas até infecções, arritmias graves, insuficiência renal, além de infarto e AVC com menos de 0,2% de chance.

Além do diagnóstico de problemas no coração, o cateterismo também tem como objetivo possibilitar o tratamento dessas doenças quando possível. No caso de infarto do miocárdio, o cateterismo irá mostrar o estado das artérias e qual delas é a responsável pelo quadro de infarto. Dr. Rubens explica que, então, é indicada a angioplastia para manter um fluxo de sangue adequado para o coração.
Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes