Quais são os estágios do herpes labial?


  • +A
  • -A

O herpes labial é uma infecção causada pelo vírus chamado de herpes simples. Transmitido pelo contato direto com as lesões causadas pelo problema ou pelo contato com a mucosa de uma pessoa infectada, o vírus provoca vermelhidão, coceira, feridas na pele e outros sintomas que se diferenciam de acordo com o estágio da infecção.

Herpes em crianças provoca inflamação da gengiva

 

O primeiro contato com o vírus é conhecido como primoinfecção e costuma durar entre duas e seis semanas. Segundo a infectologista Naihma Salum Fontana, acomete geralmente crianças e provoca um quadro de gengivoestomatite, com inflamação e feridas, podendo levar ao comprometimento de todo o corpo. Ao longo da vida, os sintomas podem voltar, o que é mais comum em adultos.

Naihma explica a evolução da doença: “Na primeira fase, o pródromo, o paciente sente sensação de ardência e de dor. Depois, ocorre o agrupamento de vesículas que logo evoluem para pústulas.” Em seguida, formam-se úlceras e, por último, surgem as crostas, que configuram a fase de cicatrização das feridas e o fim da crise.

O tratamento contra o herpes é feito com antivirais

O tratamento do herpes é feito com o uso de medicamentos antivirais por via oral ou endovenosa. “Esse tipo de terapia encurta o curso da infecção e pode prevenir a disseminação e a transmissão”, explica a profissional. É possível recorrer a outras medidas para acelerar o processo de cicatrização, impedir infecções secundárias e evitar a coceira causada pelo vírus, como a suplementação de lisina, um aminoácido presente em alimentos como carne de aves e peixe, que contribui para a supressão do vírus no organismo.

Pessoas imunossuprimidas devem iniciar o tratamento o quanto antes, já que o herpes pode se disseminar por outras áreas além dos lábios. Em outros pacientes, entretanto, a médica explica que raramente o vírus provocará uma lesão mais séria. Ela afirma ainda que a maioria das infecções tende a reaparecer no mesmo local ou em região próxima e podem ser causadas por estímulos, como traumas, radiação solar e estresse.

Dra. Naihma Salum Fontana é infectologista formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e atende em Sorocaba (SP). CRM-SP: 139391

TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

7 comentários para "Quais são os estágios do herpes labial?"

JANAINA

Gostaria de saber se quando se tem HERPES por muito tempo,a ponto de ter sangramento e dor nos labios inferior. há chance de melhoras , se fizer um tramento? Aguardo Retorno-grata.

Kevellyn

Estou com herps , mais estou no último estágio( cicatrização ) tem riscos de eu transmitir herps para meu namorado?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Kevellyn, Segundo a infectologista Naihma Salum Fontana “Se o herpes estiver ativo e as feridas estiverem na forma de vesículas, a probabilidade de contaminação é alta” https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/herpes/beijo-herpes-contaminacao-doenca

Mari

Ola boa noite!Meu namorado esta com herpes a 8 dias. Ontem o beijei no labio que não esta infectado e passei a lingua na dele. Será que corro risco de pegar? Pelo que li esta na fase da crosta pq ta amarelo. Será que o virus ainda esta na saliva dele?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Mari, temos em nosso site uma matéria que pode te auxiliar, segue o link:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/herpes/beijo-herpes-contaminacao-doenca
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

Carol

O que tomar para herpes labial? Tá custando sarar, ja está no 7 dia

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Carol, toda medicação deve ser prescrita após avaliação médica. Recomendamos que você realize uma consulta. Melhoras.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.