Como lidar com alguém que sofre de esquizofrenia?

  • +A
  • -A

A esquizofrenia é um transtorno mental psicótico caracterizado pelo rompimento com a realidade ou com os processos de pensamento, que normalmente se inicia na adolescência ou no início da vida adulta (entre 15 e 30 anos).

Causa

A causa da esquizofrenia ainda é desconhecida, porém pode haver relação com a genética, onde parentes de primeiro grau de pessoa com a doença possuem um risco maior em desenvolvê-la do que o restante da população. No entanto, há também fatores ambientais e químicos, onde pessoas desenvolvem a esquizofrenia sem terem antecedentes familiares.

Sintomas

O início dos sintomas normalmente é precedido por eventos psicossociais adversos no começo da vida adulta, como perda de energia, de iniciativa e de interesse; humor depressivo; isolamento e negligência com o cuidado pessoal.

Os sintomas típicos da esquizofrenia se dividem em dois tipos, os da síndrome positiva, que são alucinações e delírios, e os da negativa, que são o embotamento afetivo (dificuldade em expressar o que sente e também em perceber como as pessoas expressam seus sentimentos) e a pobreza do discurso.

As alucinações são experiências sensoriais reais baseadas em coisas irreais; podem ser auditivas, gustativas, visuais e olfativas. Já os delírios são uma interpretação errada da realidade; podem ser de grandeza, de culpa, persecutórios e de referência (a pessoa se sente o centro dos eventos).

Outro sintoma muito comum na esquizofrenia é a anedonia, que é a perda da capacidade de sentir prazer nas atividades comuns.

Tratamento

 

O tratamento é realizado através de medicamentos antipsicóticos e da terapia, sendo essencial um acompanhamento multidisciplinar. Infelizmente, não é possível a cura da doença, e sim a diminuição dos sintomas, principalmente dos positivos. Além disso, é imprescindível a manutenção do tratamento, conforme indicação médica, mesmo quando os sintomas não estão presentes, pois é assim que a recidiva das crises psicóticas é evitada.

Referências:

1- Assis JC, Villares CC, Bressan RA. Conversando sobre a esquizofrenia [Internet]. 2007 jul [acesso em 14 jun 2017]. São Paulo: Segmento Farma, 2007. Disponível em http://www.maringa.pr.gov.br/cisam/esquizofrenia1.pdf
2- Britto IAGS. Sobre delírios e alucinações. Rev Brasil Terap Comporta e Cognit
[Internet]. 2004 [acesso 19 jun 2017]. Disponível em
http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-
55452004000100007
3- Silva RCB. Esquizofrenia: uma revisão. Rev Psicol USP [Internet]. 2006 [acesso 19 jun
2017]; 17 (4): 263-285. Disponível em
http://www.scielo.br/pdf/pusp/v17n4/v17n4a14.pdf

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Central Saudável Saber

Central Saudável Saber

Clínica Médica

CRM: /

TAGS
esquizofrenia

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

8 comentários para "Como lidar com alguém que sofre de esquizofrenia?"

Tânia Azevedo da Silva

Existe algum risco de vida morando junto de pacientes esquizofrenico

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Tânia, temos em nosso site uma matéria com informações que podem te auxiliar com esta dúvida, segue o link:
https://cuidadospelavida.com.br/meu-corpo/cabeca-e-pescoco/pacientes-que-sofrem-com-esquizofrenia-tendem-ser-perigosos
Abraços.

marcio

boa tarde,gostaria muito de uma ajuda pois minha esposa tem 34 anos e esta sofrendo com vazes que nao existe e acha que esta sendo perseguida,ouve muitas vozes dizendo coisas irreais e especialmente minha voz e eu ja estou ficando louco pois eu nao falo nada eu ja ete me amordacei para mostrar para ela que eu nao falo nada.ja fui no hospital, na clinica da familia e nai tem atendimentos,ai consegui atendimento agora para o dia 14 de fevereiro e ele esta sofrendo sem atendimento e os medicamentos!ela ja ate tentou se matar 3 vezes ja nao sei mais oque fazer e nao tenho recursos para ajuda-la.ja levei no pinel em botafogo derao medicamentos para 3 dias so e uma coisa e certa ela vai acabar se matando pois ele ja nao aguenta mais.obrigado pela atençao

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Marcio. Entendemos o seu relato, porém para que sua esposa melhore, primeiramente é necessário que ela passe com um especialista, pois de acordo com os sintomas relatados ela pode está com algum transtorno psiquiátrico. Torcemos para que haja agilidade no diagnóstico dela. Abraços!

LUCIA LIRA

minha mãe é muto agitada e diz que ouve vozes que alguém vai bater e matar ela, tem gente xingando (triste) tenho medo por ela, gostaria de ela tivesse velhice mais tranquila ela completou 79 anos em janeiro, ja faz uso do medicamento memantina 500mg e um calmante, receitado por um neurologista.será é caso dela se consultar com Psiquiatra?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Lúcia. Enviamos um e-mail para ter mais detalhes sobre seu relato. Até logo.

Michele de Almeida Rodrigues

Tenho um familiar ,com esquizofrenia, o alvo dele é o pai,toda vez que surta vem para minha casa,a mãe deixa medicamentos comigo ,mas só consigo administrar no café, ele quase não come,anda pelas ruas de madrugada, perdeu todos os documentos, fico muito preocupado, gostaria de saber como lidar.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Michele. O tratamento da esquizofrenia depende da combinação de diferentes medidas terapêuticas, com o objetivo de estabilizar os sintomas e garantir ao paciente maior qualidade de vida. Por mais que a medida principal seja o uso de medicamentos, outras abordagens também são importantes. A terapia-cognitivo comportamental é a mais indicada no tratamento da esquizofrenia. O profissional que acompanha o paciente nas sessões de terapia consegue identificar fatores estressores que costumam piorar o quadro e, a partir disso, ensina o paciente a evitá-los. A terapia também ajuda na parte de comunicação e interação social, independência, auto estima e maturidade emocional (controle de sentimentos e sensações). Ao buscar estratégias para um tratamento eficaz é importante que a família seja orientada pelo especialista. Recomendamos estas matérias para mais informações:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/beneficios-terapia-esquizofrenia e https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/terapia-tratamento-esquizofrenia. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.