Fez um peeling? A pele fica sensível após o procedimento e precisa de cuidados


  • +A
  • -A

Assim como a limpeza de pele, o peeling é um procedimento procurado por pessoas preocupadas com a parte estética. Mas como todo processo que esbarre na nossa saúde, principalmente se tratando da pele, o maior órgão do corpo humano, os cuidados devem ser tomados. Vamos a eles!

Os tipos de peeling

O peeling, do verbo em inglês “to peel”, que significa descamar, é um processo abrasivo de remoção das camadas mais superficiais da pele, que retira as células mortas e prioriza suavizar os efeitos do envelhecimento. Por isso, o peeling é requisitado para a melhora da aparência. Há duas formas do peeling ser realizado, utilizando agentes químicos ou fazendo abrasão mecânica da pele.

Peeling químico
É feito com agentes cáusticos como os ácidos, que desencadeiam uma reação na pele, causando escamação, processo inflamatório local e regeneração do tecido. Esses peelings podem atingir apenas a camada mais superficial da pele ou até mesmo causar necrose de toda a epiderme e parte da derme, por isso devem ser sempre aplicados por dermatologistas capacitados.

Peeling mecânico
Consiste na retirada das camadas mais superficiais da pele (microdermoabrasão ou peeling de cristal) até as camadas mais profundas (dermoabrasão) através da esfoliação mecânica.

Cuidados com a pele sensível pós-peeling

Devido aos processos citados acima, o peeling provoca uma sensibilidade na pele, que passará por um processo natural de regeneração, como explica a dermatologista Ana Carolina Sangenetto Fernandes: “Quando realizamos um peeling, desencadeamos uma reação inflamatória, na qual nossa pele precisa substituir as camadas removidas por um tecido novo e regenerado. Há muita renovação celular, melhora do colágeno, remoção de cravos, pigmentos e manchas. Após essa inflamação inicial temos uma pele renovada, mais lisa e com melhor aspecto”.

Após fazer o peeling, com um profissional indicado, a pele necessitará de cuidados, afinal, estará bastante sensível. Recomenda-se, inclusive, que o procedimento seja feito no inverno, por causa da menor incidência dos raios solares: “Após o peeling nunca devemos nos expor ao sol! O dermatologista deverá orientar quanto ao uso de hidratantes, cicatrizantes e protetor solar”, alerta a Dra. Ana Carolina.

Dra. Ana Carolina Sangenetto Fernandes é dermatologista formada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e atende no Rio de Janeiro – CRM 52.72031-3 – Contato via Facebook

TAGS
peeling
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Fez um peeling? A pele fica sensível após o procedimento e precisa de cuidados"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.