Quais são os riscos dos triglicerídeos para o organismo?


  • +A
  • -A

Os triglicerídeos, também conhecidos como triglicérides são formados por gorduras ingeridas na alimentação ou produzidas pelo fígado. A sua fabricação ocorre no fígado pela união de 3 ácidos graxos (moléculas de gorduras) e 1 glicerol (substância ingerida pela dieta).

No organismo humano, os triglicerídeos representam uma das mais importantes formas de armazenamento energético, sendo prontamente utilizado pelo tecido muscular para a produção de energia, sempre que necessário.

Apesar de serem muito importantes, quando os alimentos gordurosos são consumidos em excesso, parte dessa gordura fica circulando pela corrente sanguínea em forma de VLDL (colesterol muito ruim) e a outra parte, fica armazenada no tecido adiposo em forma de gordura, contribuindo para o ganho de peso e aumentando as medidas corporais.

Quando os triglicerídeos estão em excesso dentro do organismo humano, eles são considerados grandes fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e de pancreatite aguda (inflamação grave do pâncreas).

Frente a isso, é muito importante manter os níveis de triglicerídeos sempre dentro dos padrões de normalidade, e para isso seguem algumas dicas:

-Manter o peso adequado evitando o excesso de peso e obesidade;

-Evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso;

-Praticar exercícios físicos regulares e com acompanhamento profissional;

-Consumir diariamente alimentos saudáveis fontes de vitaminas, minerais e fibras como frutas, verduras, legumes, cereais integrais (aveia, centeio, cevada), alimentos integrais (arroz, macarrão, pão, biscoitos) e leguminosas (feijões, lentilha ou ervilha);

-Reduzir o consumo de açúcares e doces em geral, além de alimentos refinados e feitos com farinha de trigo branca (arroz, pão, macarrão, biscoitos);

-Consumir diariamente alimentos fontes de gorduras boas como os ômegas 3, 6 e 9, presentes em alguns peixes (salmão, atum, sardinha), oleaginosas (nozes, castanhas, avelã), azeite de oliva e óleos vegetais (soja, milho, canola);

-Preferir carnes magras, sempre retirando toda a gordura e pele aparentes e preparar de forma assada, cozida, grelhada ou refogada. Fazer rodízio entre as carnes bovina, suína, peixes, aves e ovos, sempre evitando o consumo excessivo;

-Dar preferência ao leite desnatado ou semidesnatado e aos queijos mais magros como minas frescal, ricota e cottage;

-Evitar o consumo de alimentos industrializados em geral como fast-foods, pipoca de micro-ondas, sorvete de massa, biscoitos recheados, comidas congeladas, entre outros.

Referências:

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Central Saudável Saber

Central Saudável Saber

Clínica Médica

CRM: /

TAGS
coracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Quais são os riscos dos triglicerídeos para o organismo?"

Ângela maria dos santos evaristo

Qual o sintoma do triglicérides alto e como reduzir o sintomas

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Ângela, taxas altas de triglicerídeos não costumam provocar sintomas e a melhor maneira de identificá-las é o exame de sangue. Uma forma de controlar o excesso é elaborar uma alimentação mais saudável. Abraços.

Eva Nogueira Belisario

Qual a taxa normal de triglicerides qd ele é considerado alto??? Alguém pode me informar

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Eva, segue o link de uma de nossas matérias com informações para você: https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/colesterol-saiba-tudo
Abraços.

Roberto Lima Cruz

Informações são sempre bemvindas. Estou com dificuldadescom a gordura abdominal.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Roberto, as gorduras localizadas podem ser um problema na vida de muitos homens e mulheres, já que perdê-las nem sempre é fácil. Esta dificuldade se dá, em parte, por desconhecimento a respeito das melhores atitudes a tomar, como uma dieta ou reeducação alimentar, e pela falta de acompanhamento de um profissional. Temos outra matéria que pode te ajudar, confira clicando no link abaixo. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/emagrecimento/dieta-reeducacao-alimentar-gordura-localizada

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.