Higiene íntima: o que as mulheres precisam saber para ter mais saúde

  • +A
  • -A

Quando falamos de higiene íntima, especialmente a da mulher, diversos mitos e tabus ainda permanecem. Infelizmente, muitas mulheres desconhecem o próprio corpo, com a vergonha, pudor e medo sendo os principais motivos, como se o cuidado com a região íntima fosse algo errado. Hoje vamos ver aqui no blog algumas dicas de cuidados com a higiene íntima e quão necessária ela é para a manutenção da saúde da mulher.

Qual a importância da higiene íntima para a saúde da mulher?

 

A higiene íntima é um ato de autocuidado da mulher. Cuidar da higiene íntima é tão importante quanto cuidar de qualquer outra parte do nosso corpo. Assim como lavamos as mãos e escovamos os dentes na hora do banho, a higiene íntima adequada também é importante, uma vez que, somente a água, não garante a limpeza da forma apropriada e que o corpo necessita. A falta de higiene íntima (ou a realização inadequada) apresenta diversos riscos para a saúde da mulher: aparecimento de inflamações como vulvovaginites, caroços inflamados na pele, casos de corrimento e candidíase.

 

Como fazer a lavagem vaginal corretamente?

 

Falamos que a lavagem somente com água não é suficiente, mas então como deve ser feita a lavagem vaginal para evitar problemas à saúde? Vamos te explicar agora!

– Durante o banho, dedique muita atenção à parte externa, pois existem “preguinhas” na pele dessa região que podem acumular o esmegma, um resíduo branco formado pela combinação de células epiteliais, óleo e gordura genital;

– Evite usar sabonetes comuns nessa região. Esses sabonetes são alcalinos e podem causar irritações na pele e até mesmo ressecamento;

– Cuidado com a ducha vaginal. O uso pode prejudicar as defesas imunológicas, alterar a flora vaginal e aumentar os riscos de infecções. Evite a água quente, que retira a proteção natural da vagina;

– Evite lavagens internas. Elas podem prejudicar a defesa natural do corpo e causar irritação da mucosa, causando coceiras e inflamações;

– Durante o período menstrual, a atenção deve ser redobrada, uma vez que a presença do sangue altera o pH da vagina. A troca do absorvente no período adequado e a lavagem seguindo as dicas que demos acima são muito importantes.

 

Posso usar sabonete íntimo?

Com certeza. Os sabonetes íntimos são desenvolvidos para que mantenham o pH da vagina o mais próximo do fisiológico, que é ácido e proporciona um ambiente propício para o desenvolvimento dos agentes de defesa. Basta despejar uma pequena quantidade na mão, fazer um pouco de espuma e aplicar na parte externa da vagina e entre as coxas. Em seguida, enxaguar com bastante água para não ficar nenhum resíduo.

 

Dúvidas frequentes sobre a higiene íntima

Além dos tabus que falamos no início do texto, a higiene íntima é cercada por dúvidas que colocam pulgas atrás das orelhas de muitas mulheres. Pensando nisso, vamos esclarecer algumas delas a seguir e dar dicas para você aproveitar seu dia a dia com mais saúde e qualidade de vida

– Qual o melhor tecido para calcinhas? O melhor tecido para a calcinha é o de algodão, pois permite mais ventilação e evita a transpiração e secreção no local, portas de entrada para infecções;

– Posso usar roupas apertadas e calcinha fio dental todos os dias? Roupas apertadas deixam a região genital mais quente, aumentam corrimentos e o risco de infecções por fungos e bactérias. Usar calcinha fio dental todos os dias também causam as mesmas consequências, além do risco de pequenas lesões na pele;

– Posso usar absorvente e protetor diário fora do período menstrual? Não é recomendado usar absorvente e protetores diários fora do período menstrual. Eles deixam a região mais abafada, o que pode gerar o crescimento de bactérias e fungos e, consequentemente, infecções. Os produtos que possuem cheiro podem causar irritação da mucosa;

– Dormir sem calcinha faz bem? Dormir sem calcinha favorece a ventilação da região genital e mantém o pH vaginal fisiológico. Caso você não se sinta confortável para dormir sem calcinha, o ideal é usar, no mínimo, roupas largas e de algodão para dormir.

Higiene íntima das crianças e a importância de ensinar as meninas desde pequenas

Muitos pensamentos ultrapassados serão derrubados pelas próximas gerações. Isso só acontece quando a informação e a instrução são passadas ainda quando as crianças são pequenas. A forma adequada de limpar a vagina após fazer xixi é um exemplo prático da importância da informação para os pequenos: a limpeza deve ser feita no sentido da vagina em direção ao ânus, para evitar que haja contaminação com as bactérias do intestino.

Fazer xixi depois do sexo é importante para a higiene íntima

Para as mulheres, ir ao banheiro e fazer xixi depois de ter uma relação sexual é praticamente obrigatório. Esse procedimento simples evita problemas no trato urinário. A uretra feminina fica localizada próxima a vagina, o que facilita o trajeto de bactérias até a bexiga, além de ser um ambiente mais úmido e, naturalmente, mais disposto a infecções. Como falamos diversas vezes no decorrer desse artigo, os cuidados com a higiene íntima são necessários não apenas por questões de saúde da mulher, mas também para sua qualidade de vida, bem-estar e até mesmo sua autoestima. Que tal compartilhar esse artigo com uma amiga que também vai adorar essas dicas e informações sobre higiene íntima?

Referências:

https://www.tuasaude.com/como-fazer-a-higiene-intima/ https://clinicarx.com.br/blog/cuidados-higiene-intima/ https://www.minhavida.com.br/saude/testes/14722-voce-sabe-cuidar-da-sua-higieneintima/resultado https://www.minhavida.com.br/saude/materias/34202-sem-tabu-aprenda-a-cuidarda-higiene-intima-da-melhor-forma https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/prevencao-e-saude/dicas-saude/comocuidar-da-higiene-intima-feminina https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/infeccao-urinaria/urinarbanheiro-relacoes-sexuais

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Ive Franca

Dra. Ive Franca

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 183822 / SP

TAGS
saude-da-mulher

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Higiene íntima: o que as mulheres precisam saber para ter mais saúde"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.