Como funcionam os medicamentos anti-inflamatórios?

  • +A
  • -A

Os anti-inflamatórios não-esteróides, abreviados como AINEs, são medicamentos capazes de controlar não apenas uma inflamação, mas também a febre e a dor, que normalmente acompanham um quadro inflamatório. Por isso se diz que os três efeitos básicos dos AINEs são antipirético, analgésico e antiinflamatório.

Ação dos anti-inflamatórios no organismo


Os anti-inflamatórios agem no organismo inibindo a ação de uma enzima chamada ciclooxigenase (COX), a qual permite o aumento da produção de uma substância chamada prostaglandina, responsável pelo surgimento do quadro inflamatório. Portanto, o combate à COX diminui a produção da prostaglandina e, consequentemente, combate a inflamação, dor e febre.   

“Os anti-inflamatórios atuam em diferentes graus, inibindo a enzima ciclooxigenase (COX), prejudicando a transformação de ácido araquidônico em prostaglandinas, prostaciclinas e tromboxanos”, explica o clínico geral Gabriel Dotta. Ele comenta também que substâncias anti-inflamatórias (antioxidantes) estão presentes em alimentos e ajudam a prevenir o aparecimento de uma série de doenças.

Riscos do uso indiscriminado dos anti-inflamatórios


Apesar dos AINEs serem remédios considerados seguros quando administrados com indicação médica, eles são também muito consumidos pelos pacientes sem essa prescrição de especialista, o que pode trazer riscos. Os anti-inflamatórios provocam efeitos colaterais sérios se seu uso for indiscriminado, especialmente no longo prazo.   

“Podem afetar o coração, os rins e o trato gastrointestinal quando utilizados com abuso, tanto na dose quanto na duração. Os principais efeitos são infarto agudo do miocárdio, úlcera péptica, insuficiência renal e hipertensão arterial. O médico sempre deve prescrever e escolher o melhor anti-inflamatório para cada caso e cada paciente”, completa o médico.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Gabriel Dotta

Dr. Gabriel Dotta

Cardiologia

CRM: 172476 / SP

TAGS
dores-no-corpo
imunidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

12 comentários para "Como funcionam os medicamentos anti-inflamatórios?"

Marlene Mell

Tem ótimas informações

augusto

Falta diferenciar COX-1 de COX-2. Uma é ligada ao estomado e somente a outra que afeta nos processos inflamatórios.

Jefferson

Fiz uma cirurgia na mandíbula fraturei ela .já tem 4 semAna mas comtinua em chada e normal isso?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Jefferson. O tempo de duração do inchaço varia em cada caso, mas segundo o ortopedista Vinícius Magno, “o edema geralmente desaparece entre duas a quatro semanas após a cirurgia”. Contudo, há casos em que o inchaço leva até três a seis meses para desaparecer. A duração depende da parte do corpo em que o procedimento é realizado, da idade do paciente e do repouso no pós-operatório. Uma consulta é o mais indicado para que o médico verifique, presencialmente, então possa informa-lo com mais clareza sobre a duração do inchaço. Até breve.

Aveiramilde do nascimento

Bom fiz uma cirujia na coluna ja tem 2 meses continua enxado e vermelho e tomando antibiótico

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Aveiramilde. Cada tipo de cirurgia tem particularidades, tanto no tempo de duração do inchaço, que podem variar, quanto nos cuidados após a cirurgia. Desta forma, o ideal é que você siga as recomendações do seu médico e na persistência desses sintomas, relate ao especialista, para que o mesmo possa avaliar e prescrever algum tratamento, se necessário. Segue matéria com mais informações: https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/seguranca-para-o-paciente/pos-operatorio-principais-cuidados Estimamos melhoras!

Patricia sa Silva

Boa tarde E normal quando se toma antibiótico ter uma dormência nos locais inflamados?

Cido

Quebrei o tornozelo faz um mês.fiz uma cirurgia faz 20 dias e o médico não receitou nenhum remédio, porém está inchado bastante ainda e eu sinto o pé adormecido. Isso e normal??

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Cido. O inchaço serve para mostrar que algo está errado e que é preciso agir. Em parte dos casos, é normal ter inchaço, mas sempre é bom ficar de olho. “Por ser um sinal de alerta e uma forma de manifestação de defesa do organismo, pode ser considerado normal, mas se ele vem acompanhado de outros sinais, como febre, dor, vermelhidão e aumento de temperatura local, precisamos ficar atentos” informa a Dra. Regina Ferreira. O ideal é retornar ao médico para que ele avalie se este inchaço é normal ou se é um sinal de inflamação. Quanto a dormência, geralmente está associada a uma lesão em algum nervo, pode levar algum tempo para que volte ao normal, mas o médico pode indicar um tratamento fisioterápico que ajudará na recuperação a força e da sensibilidade. Estamos torcendo pela sua completa recuperação. Abraços!

Verônica

Fiz uma cirurgia de hérnia femural vai fazer 3 meses e ainda cinto muita dor e enchaço isto eh normal?

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.