search
Título

Tosse com sangue é sempre sinal de alguma doença grave?

Pulmão

Por

A tosse com sangue deve sempre ser investigada, porém na maior parte das vezes em que há apenas um episódio único ou de curta duração, com resolução espontânea, o mais provável é que não seja nada grave. Já os quadros persistentes, por outro lado, indicam a possibilidade de doenças pulmonares mais graves.

Principais causas da tosse com sangue


“Os quadros mais simples estão associados a gripes, sinusites ou sangramentos nasais recorrentes. Quadros mais graves podem indicar desde doenças infecciosas, como pneumonia ou tuberculose, até alguns tipos de câncer, como os de garganta ou de pulmão”, comenta o pneumologista Alexandre Kawassaki.

A tosse é um mecanismo de defesa do organismo, serve para eliminar qualquer coisa das vias respiratórias. Sendo assim, não é ela que expele o sangue, é a presença inadequada de sangue nas vias respiratórias que causa a tosse. “Então, qualquer coisa que cause uma ferida nas vias respiratórias grande o bastante para sangrar, fará com que a pessoa passe a expelir sangue”.

Não há tratamento específico para tosse com sangue


A tosse com sangue também pode ocorrer em função de sangramentos em regiões que não sejam os pulmões ou as vias respiratórias. Um indivíduo pode vir a tossir sangue devido a hemorragias nasais graves, que normalmente resultam em sangue escorrendo na traqueia, e a hemorragias no estômago ou no sistema digestivo.

De acordo com o médico, não existe um tratamento específico para a tosse com sangue. Somente a análise de um profissional especializado conseguirá determinar o quadro que levou à formação deste sintoma em particular. “O principal é fazer o diagnóstico e tratar a causa deste sintoma o quanto antes”, aconselha Alexandre.
Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes