AchèAchè
search
Título

Síndrome do pânico: como ajudar amigos e familiares que enfrentam a doença?

Uncategorized

Por

19 de outubro de 2023

A síndrome do pânico é um transtorno psiquiátrico ligado a um nível extremamente alto de ansiedade e que provoca crises de medo intenso no dia a dia. Muitos dos pacientes acreditam que correm risco de morte. Os principais sintomas provocados pela doença são falta de ar, taquicardia e suor excessivo.

Conhecimento e tratamento

Por um lado, a síndrome ainda é estigmatizada e pouco compreendida. Por outro, familiares e pessoas próximas podem tornar a vida de um portador do transtorno mais fácil, auxiliando-o a conviver com a doença. “É muito importante que familiares e amigos ajudem a buscar a atenção psiquiátrica, incentivem a adesão ao tratamento e auxiliem os pacientes a lidar com as limitações da síndrome”, afirma o psiquiatra Eduardo de Castro Humes.

O conhecimento sobre a doença não pode ficar de lado. Os portadores da síndrome do pânico, muitas vezes, não compreendem que seus sintomas são de origem psiquiátrica e buscam diferentes especialistas clínicos para tratá-los. Quanto maior o número de informações disponíveis, maior será a facilidade para entender e superar o transtorno.

Evitando situações apavorantes

Os familiares devem ajudar ainda a evitar alguns tipos de situações capazes de desencadear crises de pânico, como aquelas que provocam a aceleração do ritmo cardíaco. “Atividades físicas devem ser realizadas com cuidado e supervisão e o consumo de café, refrigerantes à base de cola e guaraná, chá preto, chocolate e outros alimentos com ação estimulante devem ser evitados”, ressalta Humes.

Os portadores da doença não devem ser expostos a situações que possam gerar medo e insegurança. Amigos e familiares não podem obrigá-los a ir a locais que não querem, especialmente, desacompanhados. Segundo o psiquiatra, esse processo deve ser gradual, respeitando os limites do paciente e acompanhando a evolução do tratamento.

Dr. Eduardo de Castro Humes é psiquiatra e psicoterapeuta formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. CRM-SP: 108239

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
Osteoartrite no joelho: todos os pacientes precisam de prótese?

Uma das formas de tratamento para quem tem osteoartrite no joelho é a cirurgia de prótese (também chamada de artroplastia total), que consiste na substituição de superfícies articulares por implantes artificiais. Por mais que a doença promova o gradativo desgaste da cartilagem articular, nem sempre é necessário colocar uma prótese para tratar o problema. Próteses […]

Artigos
Qual a vantagem de aliar proteção solar e ação antioxidante no mesmo produto?

A proteção solar ajuda a prevenir o envelhecimento precoce, manchas de pele, rugas e flacidez, além, é claro, de te proteger de queimaduras. Por isso, usar um fotoprotetor eficiente, que ofereça uma boa barreira contra a radiação UVA e UVB, é essencial para a saúde da pele. Já os produtos com características antioxidantes combatem os […]

Artigos
Diabetes tem cura? Um endocrinologista explica como funciona a doença

Uma das maiores epidemias mundiais, o diabetes tem tratamentos cada vez mais eficazes, que dão muito mais qualidade de vida para aqueles que sofrem com a doença. Apesar de muitos estudos científicos e avanços medicinais na área que, no futuro, podem levar ao fim do problema, ainda incurável, a forma como o paciente encara a […]

Converse com um dos nossos atendentes