AchèAchè
search
Título

Quais são os principais causadores de alergias respiratórias no dia a dia?

Asma e Bronquite
Sintomas

Por

4 de novembro de 2023

Todo mundo conhece pelo menos uma pessoa que sofre com alergias respiratórias. Poeira, ácaros, mofo, cheiro de tinta… São vários os tipos de intolerância dos alérgicos, que, por causa destes “inimigos ocultos”, também acabam se queixando de falta de ar, tosse, espirros, nariz entupido e dores de cabeça. Você sabe quais são os principais fatores que causam estas crises? A imunologista Érica Azevedo, que atende no Rio de Janeiro, tem as respostas.

Os principais “inimigos” dos brasileiros e como evitá-los

Para conhecer melhor os principais causadores das incômodas alergias respiratórias, Azevedo faz um recorte geográfico e aponta os “inimigos” dos brasileiros: “Aqui no Brasil, os maiores causadores de alergias respiratórias são os ácaros, que são pequenos aracnídeos que vivem na poeira. As alergias também podem ser causadas por fungos, epitélio de cão e gato, barata e pólen, embora esse seja mais raro”.

A receita para evitar o desconforto é a fuga, ou seja, não frequentar ambientes propícios à sua alergia. “As pessoas devem evitar o alérgeno (substância causadora da sua alergia), evitando locais empoeirados ou com muita umidade e mofo.”, aconselha a médica.

Sem cura, mas tratamentos são eficientes

Infelizmente, não existe uma cura para a alergia respiratória, porém há tratamentos eficazes que melhoram muito a qualidade de vida da pessoa alérgica. “Existem muitas medicações para alívio da alergia, contudo, essas medicações variam conforme o tipo de alergia que o paciente apresenta (asma, rinite, dermatite atópica…)”, destaca Azevedo.

E as vacinas antialérgicas? Todos os doentes podem aplicá-las? A imunologista explica que a imunoterapia específica também é um método eficiente, porém há restrições para o procedimento: “É um tratamento bem eficaz aos alérgicos, contudo, ela tem restrições. Primeiramente ela deve ser feita somente no paciente que apresenta um teste alérgico positivo. Além disso, existem algumas doenças, como as doenças autoimunes, que a imunoterapia não é indicada.” comenta a alergologista.

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
Quais são os desafios do tratamento da DPOC em pacientes idosos?

A DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) é encarada por muitos como um quadro típico de idosos, já que a maioria dos pacientes se enquadram nesta faixa etária. Contudo, também pode se manifestar em pessoas mais jovens. A doença tem íntima relação com o tabagismo, ou seja, aqueles que acumulam anos com a prática correm risco maior […]

Artigos
A bronquite crônica é mais comum na terceira idade? Por quê?

Uma das manifestações da chamada DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), a bronquite crônica está ligada diretamente aos efeitos que o cigarro provoca ao longo dos anos e por isso acaba sendo mais comum na terceira idade. Com o acúmulo de décadas de prática do tabagismo, a bronquite crônica tende a se manifestar. “É mais comum encontrar pessoas […]

Artigos
Asma em idosos: quais os cuidados especiais que devem ser tomados?

Tosse, chiado e dores no peito, sudorese, lábios azulados e falta de ar são alguns dos principais sintomas vistos em pessoas com asma e que podem piorar à noite ou durante a prática de atividades físicas. A doença é caracterizada pela inflamação das vias aéreas, canais por onde o ar passa, o que dificulta o transporte de […]

Converse com um dos nossos atendentes