search
    Título

    Quais alimentos são recomendados para quem sofre de endometriose?

    Endometriose
    Sintomas

    Por Cuidados Pela Vida

    20 de setembro de 2017

    Os estudos sobre alimentação na endometriose ainda são poucos, no entanto, alguns nutrientes já são considerados importantes na redução da dor e da inflamação como ácidos graxos essenciais, vitaminas C, E, K e do complexo B, além dos minerais zinco, selênio e magnésio. Esses nutrientes são encontrados no azeite de oliva, óleos vegetais (soja, milho, canola), frutas, verduras e legumes em geral, alimentos integrais (arroz, pão, biscoitos, torradas, macarrão), cereais integrais (aveia, centeio, cevada), carnes em geral (preferir os cortes mais magros e sempre retirar toda a gordura e pele aparentes, além de evitar a forma frita), peixes, ovos, leite e derivados (dar preferência aos desnatados ou light devido ao reduzido teor de gorduras), leguminosas (feijões, ervilha, lentilha, grão-de-bico, soja) e oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas).

    Também é preciso ter atenção com o peso e sempre mantê-lo dentro dos padrões de normalidade com o IMC (Índice de Massa Corporal) entre 18,5 a 24,9Kg/m, já que a obesidade tem um grande potencial inflamatório. Para isso é preciso evitar o consumo de alimentos muito gordurosos e ultraprocessados como frituras, carnes gordas em geral, pele de frango ou peixe, embutidos (linguiça, salsicha, presunto, mortadela), leite e derivados integrais, doces e guloseimas e alimentos congelados prontos para o consumo.

    Apesar do baixo número de estudos, podemos concluir que uma alimentação saudável auxilia na qualidade de vida como um todo, sendo assim, manter as refeições equilibradas e ricas em nutrientes importantes só trará benefícios à saúde.

    REFERÊNCIAS
    1- Biblioteca Virtual em Saúde. Endometriose [online]. Dicas em saúde, 2012. [Acesso em:
    20/10/2017]. Disponível em:
    http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/250_endometriose.html
    2- Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Endometriose [online]. Saúde e economia, v. 7, n. 11, 2014. [Acesso em: 20/10/2017]. Disponível em:
    http://portal.anvisa.gov.br/documents/33884/412285/Boletim+Sa%C3%BAde+e+Economia+n%C2%BA+11/de6e4348-4793-477a-8371-357fa6b3f0f1
    3- Barcellos J. Endometriose [online]. Sociedade Brasileira para Estudo da Dor. [Acesso em 23/02/2018]. Disponível em:
    http://www.sbed.org.br/lermais_materias.php?cd_materias=491
    4- Podgaec S. Manual de endometriose [online]. Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), 2014. [Acesso em: 23/02/2018]. Disponível em:
    http://professor.pucgoias.edu.br/SiteDocente/admin/arquivosUpload/13162/material/Manual%20Endometriose%202015.pdf
    5- Mahan LK, Escott-Stump S, Raymond JL. Krause: Alimentos Nutrição e Dietoterapia. 13 ed., Ed: Saunders Elsevier, Rio de Janeiro, 2012.
    6- Brasil. Ministério da Saúde. Guia alimentar para a população brasileira [online]. 2ed,
    2014. [Acesso em: 31/08/2017]. Disponível em:
    http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf

    Newsletter
    Tags
    alimentação
    endometriose
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes