search
    Título

    Os riscos da automedicação e suspensão de medicamentos

    Uncategorized

    Por

    A automedicação é a utilização de medicamentos por conta própria ou por orientação de alguém que não seja o médico. Infelizmente, é uma prática muito comum nos dias atuais. Esta conduta pode gerar diversos problemas para a saúde e a segurança da pessoa.

    Por não ter recebido um diagnóstico prévio de sua condição a automedicação pode, inclusive, agravar a doença, uma vez que utilizar o remédio errado pode esconder os sintomas. Além disso, o uso inadequado de um tipo de medicamento, dose ou tempo de tratamento pode gerar microrganismos resistentes, causar reações alérgicas, dependência e até morte. O remédio ainda pode interagir com um alimento ou outro medicamento em uso e anular ou intensificar seus efeitos.

    A maior causa de intoxicação registrada no Brasil é devida ao uso inadequado de medicamentos, passando na frente de produtos de limpeza e agrotóxicos.

    Outro perigo à saúde, talvez não tão abordado como a automedicação, é a suspensão de medicamentos por conta própria. Muitas vezes, quando não apresenta mais os sintomas, a pessoa acredita que não precisa mais do medicamento e deixa de usá-lo.

    Esse é um erro muito comum cometido por portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. Se já não está mais apresentando sintomas, é justamente porque o tratamento é adequado e está fazendo efeito. Para que continue assim, o medicamento deverá continuar sendo tomado, caso contrário, os sintomas retornarão, dando espaço para as temidas complicações.

    O mesmo vale para antibióticos. Por mais que a febre e a dor tenham cessado, por exemplo, o medicamento deverá ser administrado pelo tempo em que o médico determinou. Somente assim as bactérias serão eliminadas do organismo, impedindo que se tornem resistentes ao princípio ativo.

    Às vezes, não se segue a orientação do médico porque parece não fazer sentido. Porém, é ele quem possui autonomia para diagnosticar e tratar doenças. Sempre que não entender o motivo de uma conduta médica, é importante questioná-lo o motivo da mesma. Dessa forma, ficará mais fácil seguir suas orientações.

    Referências:

     

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes