search
Título

O que acontece nos pulmões de quem sofre com DPOC?

Uncategorized

Por

A doença pulmonar obstrutiva crônica, também conhecida pela sigla DPOC, é uma enfermidade que abrange enfisema e bronquite crônica. “Trata-se de uma doença que afeta tanto os brônquios como os alvéolos, que são as unidades do pulmão responsáveis pela troca de oxigênio”, afirma o pneumologista Rodrigo Athanazio.

Como ela afeta os pulmões

A DPOC é progressiva e se instala no corpo ao longo dos anos. Athanazio explica que, inicialmente, os brônquios, que levam o oxigênio até os pulmões, se inflamam, tornando-se estreitos e dificultando a passagem de ar. O paciente passa a realizar um esforço muito maior para manter a respiração. Com o tempo, a inflamação passa também para os alvéolos, atrapalhando a troca de gases (oxigênio e gás carbônico) nos pulmões.

No entanto, o problema se manifesta de maneira mais crítica na hora da expiração do ar. Neste momento, os alvéolos são comprimidos e os brônquios diminuem de tamanho. Com a inflamação causada pela DPOC, o ar acaba ficando parcialmente preso nos pulmões.

As causas da doença

Entre as causas para o problema estão a exposição à poluição e outras substâncias que podem irritar os órgãos do sistema respiratório, mas principalmente, o cigarro. “Mais de 80% dos casos são causados pelo cigarro e é por isso que a DPOC é considerada uma doença evitável,  se conseguirmos combater adequadamente o tabagismo”, conta o pneumologista.

Athanazio faz um alerta para a relação entre a DPOC e outras doenças: “Pacientes com o problema estão mais propensos a desenvolver insuficiência cardíaca, osteoporose e depressão. Além disso, a dificuldade para respirar torna o indivíduo cada vez mais sedentário, o que colabora para a perda de massa muscular.”

 

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes