AchèAchè
search
Título

Hipertensão na gravidez: doença pode ser extremamente perigosa para futuras mães

Uncategorized

Por

24 de outubro de 2023

Durante a gestação, existem inúmeros cuidados que devem ser tomados para garantir a saúde da mulher e do bebê. Um dos principais problemas é o aumento dos níveis da pressão arterial, que colocam a segurança dos dois em risco. A hipertensão na gravidez é um assunto muito sério e requer acompanhamento desde as primeiras semanas.

Segundo o cardiologista Francisco Flavio Costa Filho, há três tipos de hipertensão nessa fase da vida: “Existe a mulher que já era hipertensa e que eventualmente engravida e a hipertensão que se inicia na gravidez, que pode ser a pré-eclampsia ou uma hipertensão induzida pela gestação.”

Os perigos à saúde da gestante


A diferença entre os dois últimos tipos são a presença ou ausência de sintomas clínicos. Na pré-eclampsia, também chamada de doença hipertensiva específica da gestação, é preciso comprovar a perda de proteínas, cefaleia e alterações no fígado e nos rins. Já na hipertensão induzida, não surgem sintomas. Ambas, ocorrem a partir da vigésima semana de gestação.

Os riscos à saúde da futura mãe são vários. “A pré-eclampsia pode sinalizar o surgimento de complicações gravíssimas no organismo da mulher, que podem levar à morte”, alerta o Dr. Francisco Flavio. Entre os problemas, podem ocorrer convulsões, lesões hepáticas, anemia e queda na quantidade de plaquetas encontradas no sangue.

Riscos da hipertensão ao bebê


Os problemas não atingem somente a mãe. “Os vasos sanguíneos da placenta também podem ficar doentes, causando restrição de crescimento e sofrimento do bebê”, explica o cardiologista. A equipe de obstetrícia analisa cada caso e define o momento mais adequado para realizar o parto.

O tratamento da hipertensão durante a gravidez costuma envolver o uso de medicamentos. No caso das mulheres que já tinham o problema anteriormente, os remédios podem ser substituídos, já que alguns provocam má formação do feto. Mais do que nunca, o acompanhamento médico é fundamental para controlar o nível de pressão e manter a gestante e o bebê seguros.

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
Por que sabonetes comuns podem piorar a oleosidade em quem já tem esse tipo de pele?

A pele oleosa é um tipo de pele que exige alguns cuidados especiais para manter a quantidade de sebo controlada e diminuir o aparecimento de cravos e espinhas. Um dos cuidados mais importantes é o uso de produtos dermatológicos adequados para essa pele. Os sabonetes comuns, por exemplo, não devem ser utilizados, já que podem […]

Artigos
O que fazer quando aparece a afta?

A afta é uma lesão aberta, dolorosa, de aspecto esbranquiçado, com bordas avermelhadas que pode aparecer na língua, no lábio interno, na bochecha, no céu da boca e, mais raramente, na região da garganta. Normalmente ela desaparece espontaneamente entro de 10 a 14 dias, sem deixar cicatriz. Sua causa ainda é desconhecida, mas seu aparecimento […]

Artigos
Qual é a diferença entre tendinite e lesão no ligamento?

Apesar de tendinites e lesões no ligamento terem semelhanças entre si, os dois problemas de saúde são bastante diferentes. Ambos, normalmente, provocam dores e edemas, podem afastar o paciente temporariamente do ambiente de trabalho e limitar a realização de atividades do dia a dia. “A tendinite é um processo inflamatório em tendões, estruturas responsáveis por […]

Converse com um dos nossos atendentes