AchèAchè
    search
    Título

    Erisipela tem cura? Tratamento e a recuperação dessa infecção cutânea

    Pele e Beleza
    Problemas de Pele

    Por Central Saudável Saber

    25 de agosto de 2023

    A erisipela é uma infecção cutânea causada por bactérias que afetam os vasos linfáticos, resultando em feridas vermelhas, inchadas e doloridas na pele. É uma condição preocupante, mas muitas pessoas se perguntam se a erisipela tem cura. Neste artigo, vamos abordar o tratamento dessa infecção e esclarecer como a recuperação pode ser alcançada.

     

    O que é erisipela?

     

     

    A erisipela é uma infecção bacteriana que acomete os vasos linfáticos e a camada subcutânea da pele. É mais comum nos membros inferiores, mas pode ocorrer em outras partes do corpo, como braços e rosto. A doença se manifesta através de vermelhidão, inchaço, calor e dor na área afetada, podendo vir acompanhada de febre, mal-estar e outros sintomas.

     

    Tratamento da erisipela:

     

     

    O tratamento da erisipela é essencial para controlar a infecção e prevenir complicações mais graves. O médico, geralmente um infectologista ou clínico geral, é responsável por avaliar o quadro clínico e indicar a terapia adequada. As principais opções de tratamento incluem:

     

    • Antibióticos: O uso de antibióticos é a base do tratamento para erradicar a infecção bacteriana. O médico pode prescrever antibióticos orais, como amoxicilina ou cefalexina, por um período de 5 a 10 dias. Em casos mais graves, quando a erisipela se espalha rapidamente ou há febre persistente, a administração intravenosa de antibióticos pode ser necessária, exigindo a internação hospitalar.

     

    • Cuidados locais: Além dos antibióticos, cuidados locais são essenciais para ajudar na recuperação. Compressas frias podem ser aplicadas para aliviar o inchaço e a dor. Elevar o membro afetado também ajuda a reduzir o inchaço. Manter a área limpa e seca é fundamental para evitar infecções secundárias.

     

    • Analgésicos e antitérmicos: Para aliviar a dor e reduzir a febre, o médico pode prescrever analgésicos e antitérmicos, como paracetamol ou ibuprofeno, de acordo com a necessidade do paciente.

     

    Erisipela tem cura?

     

     

    Com o tratamento adequado, a erisipela pode ser curada. A melhora dos sintomas costuma ocorrer em poucos dias após o início do tratamento com antibióticos. No entanto, é fundamental seguir o tratamento completo, mesmo que os sintomas tenham desaparecido, para garantir a eliminação total da bactéria.

     

    Prevenção de recorrências:

     

     

    Para evitar recorrências da erisipela, é importante seguir algumas medidas preventivas. Perder peso em casos de obesidade, tratar adequadamente as micoses e feridas na pele (que podem ser porta de entrada para bactérias), e cuidar de condições que afetem a circulação, como insuficiência cardíaca ou venosa, são importantes para evitar novos episódios da doença.

    Tags
    erisipela
    infecção cutânea
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes