AchèAchè
search
Título

Endometriose: Quais são os principais sintomas da doença?

Uncategorized

Por

19 de outubro de 2023

A endometriose se caracteriza pela implantação do endométrio, mucosa que reveste o interior do útero, fora da cavidade endometrial. Há vários sintomas relacionados à doença crônica e os mais comuns são: sangramento transvaginal excessivo, dor pélvica severa, cólicas menstruais com piora progressiva e incapacitantes, dor durante a relação sexual, alterações intestinais ou miccionais, principalmente durante o período menstrual, e infertilidade.

Diagnóstico e relação da endometriose com infertilidade


“Esses sinais comuns nas mulheres com endometriose podem muitas vezes estar presentes, mas sem necessariamente estarem associados à doença. Para que possamos confirmar o diagnóstico, devemos associar exame físico, queixa clínica da paciente, anamnese detalhada e exames complementares”, afirma a ginecologista Elisabete Pinheiro.

A endometriose pode causar infertilidade pela influência hormonal no processo de ovulação e na implantação do embrião. “Pode prejudicar a liberação do óvulo dos ovários em direção às trompas; interferir no transporte do óvulo pela trompa e no desenvolvimento embrionário; provocar alterações no desenvolvimento da gestação; e aumentar a taxa de abortamento”.

Causas e tratamentos da endometriose


As causas da endometriose ainda não são muito claras. O que existe hoje são teorias a respeito de sua origem. Uma das mais aceitas é a da menstruação retrógrada, que acontece quando o sangue menstrual, ao invés de sair do útero pela vagina, segue em direção às trompas de Falópio e cavidade pélvica, espalhando-se na pelve. Com isso, as células do endométrio se implantam nas estruturas locais, como trompas, ovários, ligamentos uterinos, intestino e bexiga.

O tratamento da endometriose vai de acordo com fatores como estadiamento da doença, idade, infertilidade e desejo de engravidar. O tratamento medicamentoso, semestral e contínuo, é adotado muitas vezes, com boas chances de eliminar os sintomas e melhorar a qualidade de vida. Em casos específicos, quando o estágio é considerado avançado, indica-se o tratamento cirúrgico. “Mesmo quando se opta por videolaparoscopia cirúrgica, a paciente deve manter seguimento médico, já que as lesões e queixas podem retornar, tendo em vista que se trata de uma doença crônica”.

 

Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
TOC: Como saber se um ritual já virou uma compulsão na rotina?

O TOC é um transtorno psiquiátrico caracterizado pelas obsessões e compulsões. É uma exacerbação de comportamentos que existem comumente na população. De acordo com a psiquiatra Juliana Diniz, o uso de rotinas, hábitos e rituais para controlar a ansiedade ocorre em diversas situações da vida cotidiana e não representa, necessariamente, uma doença. No entanto, o […]

Artigos
Para além da cafeína: existem outros alimentos que podem prejudicar o sono?

O café é famoso por roubar o sono de algumas pessoas, mas existem outras comidas e bebidas que podem ter um efeito similar. As substâncias que atrapalham um bom descanso podem estar onde a gente nem imagina, desde o doce preferido até aquela taça de vinho que todo mundo diz que ajuda a dormir. Conheça […]

Artigos
Veja dicas de aplicação e remoção da maquiagem para uma pele saudável e bonita

A maquiagem é uma realidade quase que rotineira para muitas pessoas, seja para um simples passeio ou para o trabalho. Como trata-se de uma atividade tão presente, você já se perguntou se realiza ela da forma correta? Saiba algumas dicas para manter a pele saudável e não prejudicá-la. Aplicação e remoção Para começar, é importante […]

Converse com um dos nossos atendentes