AchèAchè
    search
    Título

    De que forma a hipertensão arterial pode causar insuficiência renal?

    Uncategorized

    Por

    A hipertensão arterial é a causa mais comum de insuficiência renal no Brasil e no mundo, de acordo com o cardiologista Francisco Flavio Costa Filho. O problema cardiovascular quando não é controlado leva a uma inflamação crônica dos vasos sanguíneos renais, que perdem pouco a pouco sua função de filtrar o sangue.

    Os rins podem parar de funcionar


    A dificuldade encontrada pelos vasos renais de realizar sua função provoca ainda outro problema. “Eles passam a perder proteína na urina, o que gera mais lesão nos rins, como num círculo vicioso, até que os dois parem de funcionar e o paciente passe a depender de uma máquina de diálise”, alerta o médico.

    O oposto também pode acontecer: pacientes com níveis considerados normais de pressão arterial e que desenvolvem um problema renal podem passar a ter pressão alta. “Isso ocorre porque há um sistema de importantes hormônios que controlam a quantidade de líquido e sal no nosso corpo, mas sem a funcionalidade renal, esse sistema fica falho”, explica Francisco Flavio. Como consequência, ocorre a retenção de sódio pelo corpo e a diminuição do calibre dos vasos sanguíneos.

    A hipertensão atinge outros órgãos do corpo


    Outro órgão muito sensível ao aumento da pressão arterial são os olhos
    . Nos hipertensos descontrolados, os vasos sanguíneos da retina sofrem de forma semelhante aos vasos dos rins: o espessamento de sua parede faz com que eles percam sua função. O processo se chama arteriosclerose e pode provocar a cegueira se não for tratado adequadamente.

    A melhor e mais eficiente maneira de manter a pressão em níveis saudáveis, ou seja, abaixo de 140x90mmHg, é a prevenção. É importante praticar exercícios físicos, como corridas, caminhadas, musculação e pilates e manter uma alimentação balanceada, com pouco sódio e gordura. Para os pacientes que já são hipertensos, o tratamento deve ser seguido à risca, com o consumo dos medicamentos prescritos e cuidados com as possíveis complicações da doença.

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes