AchèAchè
    search
    Título

    Como iniciar o tratamento para calvície após notar queda dos fios?

    Uncategorized

    Por

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a calvície não necessariamente consiste na queda capilar, mas sim em um processo gradativo de afinamento dos fios. Este se dá pela influência dos hormônios que começam a se fazer presentes no organismo com maior intensidade a partir da adolescência. Ou seja, o tratamento deve ser iniciado assim que este sintoma for percebido 

    Tratamento medicamentoso contra calvície


    Ao perceber os sintomas e receber o diagnóstico indicando, de fato, calvície, o paciente será orientado pelo médico especialista a
    iniciar um tratamento adequado, o qual se baseia, principalmente, no uso de medicamentos específicos. Estes funcionam de forma a estimular o crescimento capilar nas áreas mais comprometidas. Vale ressaltar que quanto mais intenso o nível da calvície, menor é a resposta o medicamento. 

    “Os tratamentos preconizados no caso de calvície são o uso de substâncias locais que aumentam a vascularização local e o uso de suplementos vitamínicos que possibilitam redução do estresse oxidativo no bulbo capilar. É fundamental ter em mente que esses tratamentos devem ser prescritos pelo dermatologista”, explica a dermatologista Gabriella Albuquerque.

    É importante que o paciente tenha consciência que o tratamento contra calvície não apresenta resultados imediatamente, é um processo de longo prazo. Os primeiros sinais de melhora só aparecem por volta de três meses de uso do remédio. Portanto, é preciso ter paciência para que o efeito possa se manifestar.

    Sinais iniciais da calvície


    Segundo a especialista, os primeiros sinais de calvície são: perceber que o cabelo não está mais nascendo em alguns pontos do couro cabeludo e que os
    fios estão se tornando mais finos nestes pontos. “Nestes casos, podemos solicitar alguns exames de sangue para descartar qualquer outra alteração sistêmica que possa agravar o processo”, informa a médica.

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia:

    https://www.sbd.org.br/dermatologia/cabelo/doencas-e-problemas/alopecia-androgenetica/25/

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes