search
Título

Cheiro de tinta faz mal? Quem tem alergia deve evitar ambientes com obras?

Asma e Bronquite
Sintomas

Por Dra. Roberta Rodrigues da Silva

29 de maio de 2017

Quase todo mundo já teve, em algum momento da vida, que passar por uma obra em casa e, por isso, sabe que elas levantam uma grande quantidade de poeira e deixam um cheiro forte de tinta. Muita gente reclama que esse odor, bem químico e forte, dependendo do tipo de tinta escolhido, precipita reações alérgicas. O cheiro de tinta faz mal?

 

Riscos do contato com a tinta em obras

 


“O cheiro de tinta pode causar enjoos, dor de cabeça, irritação nos olhos, nas vias aéreas e na pele, tanto em quem passa por obras, quanto nos próprios pintores, obviamente. Nestes, a situação é ainda mais complicada, já que ficam expostos por muito tempo”, comenta a alergista e imunologista Roberta Rodrigues da Silva.

A médica explica que alguns tipos de tintas podem causar intoxicações graves, gerando até mesmo problemas renais e hepáticos (ou seja, no fígado). “Ambientes em obra são lugares propícios para descompensação do alérgico. Presença de muito pó, uso de produtos altamente irritantes das vias aéreas, como solventes, removedores e as próprias tintas, podem piorar os quadros alérgicos por irritação das vias aéreas, nasais e brônquicas ou até da pele”, explica.

 

Tipos de tintas e seus diferentes efeitos

 


As tintas que realmente podem causar problemas à saúde, como intoxicação, irritação nos olhos, dor de cabeça e enjoos, são as sintéticas. Derivadas do petróleo, elas devem ser evitadas. Todavia, existem tintas que não possuem em sua composição metais pesados e, por isso, são consideradas opções mais seguras. São os casos das acrílicas ou à base de látex, as não tóxicas e as sem cheiro. Elas podem são diluídas em água ou solventes orgânicos.

“Há também tintas ecológicas, diluídas em água e produzidas a partir de pigmentos naturais, que possuem selo de produto sustentável. As tintas acrílicas têm fórmulas sem cheiro, anti-mofo e laváveis. Por isso, são boas alternativas para alérgicos. Mesmo essas tintas minimizando o risco de reações, é melhor evitar exposições desnecessárias e exageradas”, recomenda Roberta.

 

 

 

Foto: Shutterstock

Newsletter
Tags
alergia
cheiro de tinta
obras
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes