search
Título

Ataque cardíaco: Saiba quais são os sinais que merecem atenção

Coração

Por

O ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue que chega até o coração trazendo oxigênio é bloqueado, resultando na danificação e consequente morte do músculo. Quando esse bloqueio ocorre, o corpo começa a se manifestar através de sinais que, para os indivíduos, são sensações incômodas, dolorosas e sufocantes.  
“O principal sintoma da isquemia aguda coronariana, que é o que vai provocar o infarto do miocárdio, é a dor precordial”, afirma o cardiologista Rubens Mattar Júnior. Ele diz que geralmente a sensação é de forte aperto em cima do coração, associada ou não com parestesia ou formigamento nos braços, principalmente o esquerdo. “Também pode haver palidez cutânea, náuseas, vômitos, falta de ar, sudorese fria e dor na boca do estômago”, completa.

Medicamentos que combatem ataque cardíaco atuam nas plaquetas para evitar coagulação


Aqueles que são mais propensos a ter ataques cardíacos, seja por doença hereditária ou complicações desenvolvidas ao longo da vida, acabam tendo que fazer uso regular de medicamentos específicos como forma de tratamento. Esses fármacos atuam nas plaquetas, as células sanguíneas responsáveis por promover a coagulação.

“O infarto se configura quando as plaquetas são ativadas e se agrupam, promovendo a formação do coágulo dentro da luz do vaso. Dessa maneira, a artéria coronária, responsável pela irrigação do coração, não permite a passagem de sangue, ocasionando o infarto e a morte do músculo cardíaco. Medicamentos como o ácido acetilsalicílico (aspirina) agem nas plaquetas impedindo que elas se agrupem para a formação do coágulo”, explica.

Prática de exercícios físicos e alimentação saudável são essenciais para evitar riscos


O médico aponta também para a importância de se evitar chegar a situações de riscos cardiovasculares, o que pode ser conseguido com hábitos saudáveis. “Praticar atividades físicas três vezes na semana, evitar dieta rica em gorduras saturadas (carnes gordas, frituras, pele de animais, leite integral e derivados) e excesso de açúcar e sal, além de ter controle sobre a pressão arterial, são fundamentais”.

Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes