search
Título

Asma: qual alimentação pode ou não pode ser consumida?

Asma e Bronquite
Sintomas

Por Cuidados Pela Vida

26 de março de 2018

A asma é uma doença inflamatória crônica, onde ocorre o estreitamento e inchaço das vias respiratórias, além de produção excessiva de muco, dificultando a respiração. As principais causas são pólen, pelos de animais domésticos, poluição do ar, fumaça de cigarro, mudança de temperatura, vírus, estresse, entre outros.

Orientações Nutricionais

Alguns estudos sugerem que uma alimentação saudável rica em frutas, verduras, legumes, peixes, azeite de oliva, leguminosas (feijões, lentilha, ervilha grão-de-bico ou soja), oleaginosas (nozes, castanhas, avelã), alimentos integrais (arroz, massas, pães, biscoitos) e cerais integrais (aveia, centeio, cevada), que são fonte de antioxidantes, podem atuar na prevenção dos sintomas da asma protegendo os pulmões dos processos inflamatórios.

Para manter uma alimentação equilibrada é preciso evitar o consumo de açúcares e doces em geral, bebidas artificiais (refrigerantes, sucos artificiais), embutidos (linguiça, salsicha, presunto, mortadela), salgadinhos de pacote, salgados de festa fritos (coxinha, risoles, bolinha de queijo) e frituras em geral.

Com relação ao poder dos alimentos em desencadear uma crise asmática, os estudos ainda são inconclusivos, sendo assim, mais pesquisas precisam ser feitas para melhor conclusão do assunto. Apesar disso, caso a pessoa observe que algum alimento específico desencadeie as crises, o mesmo precisa ser evitado.

OBSERVAÇÃO: apesar dos estudos apenas sugerirem que a alimentação saudável tenha influência na prevenção dos sintomas da asma, podemos concluir que esse tipo de dieta só traz benefícios e deveria ser seguida por todas as pessoas.

Referências:

Newsletter
Tags
alimentação
asma
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes