search
    Título

    Acne e sol: como se proteger da melhor maneira e cuidar da pele?

    Uncategorized

    Por

    Durante o verão, é normal passar mais tempo na rua e se expor mais ao sol por causa das praias e piscinas. Por isso, é preciso estar sempre atento à necessidade de proteger a pele. Os cuidados devem ser redobrados nessa época do ano, especialmente por quem costuma sofrer com acne. Para evitar manchas causadas pelas espinhas, confira as dicas da dermatologista Gabriella Albuquerque.

    Filtro solar não é a única forma de proteger a pele

     

    De acordo com a médica, o contato com os raios solares aumenta a produção de óleo na pele e pode piorar o quadro de acne. Mas, essa não é a única consequência: “O próprio sol pode reduzir a ação imunológica da pele e suprimir os mecanismos de defesa contra a acne.”
    Para garantir uma proteção eficaz, os filtros solares são fundamentais. Entretanto, fique atento a algumas especificações, como explica a dermatologista: “Procure protetores de texturas mais finas e livres de óleo. Alguns têm controle de oleosidade, o que reduz a produção de sebo.” A profissional afirma que os filtros não são suficientes e que é importante utilizar chapéus e permanecer na sombra nos dias mais ensolarados.

    Água da piscina pode deixar a pele oleosa

     

    Limpar a pele no fim do dia também é uma etapa importante para evitar o surgimento da acne. A água com cloro das piscinas pode ressecar a pele e aumentar a produção de sebo. Remova todo o cloro com produtos voltados para peles oleosas e, depois, aplique um hidratante.

    Hidratar a pele ajuda a evitar as espinhas

     

    Quem se descuidou e ficou horas debaixo do sol sem proteção pode minimizar os problemas com algumas medidas. A primeira delas é a hidratação. “O ideal é sempre hidratar a pele com produtos específicos para pele oleosa. Eles permitem revigorá-la e reduzir a formação das espinhas. Compressas de soro fisiológico também podem ajudar no tratamento em casa. Já em um consultório dermatológico, os peelings químicos aceleram a renovação celular e diminuem a ação de bactérias.
    Dra. Gabriella Albuquerque é dermatologista formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atua no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 71503-4 – http://gabriellaalbuquerque.com.br/

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes