AchèAchè
    search
    Título

    A ansiedade e o estresse podem prejudicar a imunidade?

    Baixa Imunidade
    Cuidados e Bem-estar

    Por Dra. Anete Sevciovic Grumach

    29 de junho de 2020

    Tensões, medos exagerados e a sensação de que algo pode dar errado a qualquer momento. Esses são alguns sinais que, segundo o Ministério da Saúde, podem indicar um quadro de ansiedade e estresse. A presença constante desses estímulos pode causar um desequilíbrio no corpo. Será que isso causa prejuízos à imunidade? Descubra!

    Estudos demonstram efeito da ansiedade e estresse na imunidade 


    A imunologista Anete Grumach afirma que há muitos estudos que demonstram o efeito do fator emocional sobre o sistema imunológico e, nesse sentido, o estresse e a ansiedade constantes favoreceriam o surgimento de diversas doenças. 

    Segundo um artigo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o estresse está relacionado a mudanças nos números de linfócitos presentes na corrente sanguínea. Tratam-se de células que fazem parte do sistema imunológico e que são responsáveis pela destruição de micro-organismos invasores, como bactérias e vírus.

    Por esse motivo, é muito importante manter hábitos que favorecem o fortalecimento do sistema imunológico, principalmente durante a pandemia do novo coronavírus. “O nosso organismo deve sempre trabalhar equilibrado. Para tanto, nada melhor que alimentação saudável, prática moderada de exercícios, bom período de sono e, se possível, exposição ao sol”, recomenda a especialista.

    Quarentena pode aumentar o estresse emocional


    É muito comum que o isolamento social e as mudanças de rotina provocadas pela
    quarentena intensifiquem ainda mais um quadro de ansiedade, estresse e depressão. Por isso, para manter a imunidade do corpo em níveis altos durante esse período também é importante se dedicar a atividades que possibilitam o relaxamento do corpo, como meditação, mindfulness e yoga.

    Outra forma eficaz de controlar a ansiedade é por meio da organização das atividades do dia a dia, especialmente em relação ao trabalho remoto. Estabelecer uma rotina e um planejamento pode ajudar na determinação das tarefas que são prioritárias e na produtividade, além de ajudar a lidar com problemas que podem surgir, minimizando situações que podem ser gatilhos para a ansiedade e para o estresse. 


    Dados do Ministério da Saúde:
    https://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/224_ansiedade.html

    Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS): https://apps.who.int/iris/handle/10665/326983

    Foto: Unsplash

    Tags
    imunidade
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes