Varizes pélvicas: quais são os sintomas? Como o tratamento é feito?

  • +A
  • -A

As varizes são um problema de saúde bastante conhecido e que, embora sejam mais frequentes nas pernas, também podem surgir em outros lugares do corpo. É o caso das varizes pélvicas, que geralmente aparecem nas mulheres e precisam de atenção médica. A equipe do Cuidados Pela Vida conversou com o cirurgião vascular Adjaldes de Moraes, que esclareceu quais são as principais características dessa doença. 

O que são varizes pélvicas?

As varizes pélvicas se caracterizam por veias dilatadas que podem surgir na forma de varizes no útero, nos ovários ou tubas uterinas nas mulheres, mas que também podem acometer o sexo masculino. Nesse caso, na região dos testículos. Nos homens, as varizes pélvicas são normalmente chamadas de varicocele.

A doença costuma ser assintomática, mas Dr. Moraes cita alguns possíveis sinais: “Os sintomas de varizes pélvicas mais frequentes são dores pélvicas crônicas, cólicas menstruais intensas e incapacitantes, desenvolvimento de varizes na região de períneo e na raiz de coxa, dor tipo cólica irradiada para flanco esquerdo durante atividade física intensa e dor durante e após relação sexual (dispareunia)”. 

“O desenvolvimento de varizes pélvicas muito frequentemente está relacionado à compressão venosa”, explica Adjaldes. Ou seja, a veia é comprimida e o fluxo de sangue é obstruído aumentando a pressão na veia e provocando sua dilatação. “Essa condição pode aumentar o risco de trombose venosa profunda, sangramento na urina (hematúria), dores abdominais crônicas, desenvolvimento de varizes em membros inferiores e perda progressiva da qualidade de vida”, alerta o médico. 

Varizes pélvicas: tratamento pode ser invasivo

O tratamento da doença, de acordo com o cirurgião vascular, só é indicado “quando as mesmas são sintomáticas e envolve a correção dos fatores que levaram ao seu desenvolvimento, como compressão da veia renal esquerda, compressão da veia ilíaca comum esquerda e refluxo da veia gonadal”. Em alguns casos, pode ser necessária embolização, procedimento cirúrgico, minimamente invasivo, cujo objetivo é fechar as varizes pélvicas. 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Adjaldes Ribeiro de Moraes Júnior

Dr. Adjaldes Ribeiro de Moraes Júnior

Cirurgia Vascular

CRM: 152599 / SP

TAGS
circulacao
varizes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Varizes pélvicas: quais são os sintomas? Como o tratamento é feito?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.