Varizes: Como evitar que a doença afete a autoestima do paciente?


  • +A
  • -A

Além do desconforto, dor, inchaço, sensação de peso nas pernas e demais sintomas associados, as varizes atingem o psicológico dos pacientes, sua autoestima. Isso porque a doença se manifesta com vasos dilatados e distorcidos muito aparentes, que chamam atenção caso os membros inferiores estejam descobertos. No geral, isso costuma impactar mais as mulheres do que os homens.  

“Por serem facilmente notadas pelo paciente, mesmo nos quadros iniciais, as varizes têm um grande apelo estético. No Brasil e em outros países tropicais, onde predomina o clima quente na maior parte do ano, as pessoas tendem a usar roupas leves, como saias, bermudas, shorts e roupas de banho, com mais frequência. Ou seja, mesmo os primeiros vasinhos já conseguem ser percebidos, podendo causar grande desconforto às pacientes”, explica o angiologista Rodrigo Fukushima.

Procurar um especialista assim que os sintomas das varizes aparecerem é crucial


Para evitar que a doença afete sua autoestima, é importante, primeiramente, que o paciente busque o médico especialista para saber como proceder. A partir daí, caberá ao profissional mostrar que não há motivo para desespero, tendo em vista as diversas alternativas de tratamento efetivas disponíveis. “Atualmente, temos acesso a um amplo arsenal terapêutico. Isto nos permite realizar o
tratamento das varizes e vasinhos em seus diferentes estágios, desde os quadros iniciais até os mais avançados”, afirma o médico.

É fundamental ainda que o especialista deixe claro para seus pacientes que a doença é progressiva, ou seja, tende a evoluir e piorar ao longo do tempo caso não seja tratada. Saber disso é importante para que você possa se engajar adequadamente ao tratamento, evitando possíveis complicações e se livrando dos incômodos sintomas. Muitas pessoas deixam de se tratar por não terem essa informação de que a doença piora com o tempo.  

Importância da boa relação e diálogo franco entre médico e paciente


“Um canal de diálogo entre médico e paciente sempre aberto e esclarecedor, com retornos frequentes e programados ao consultório médico e com a realização de pequenas intervenções quando necessário, possibilita o controle adequado e a longo prazo das
varizes dos membros inferiores. Desta forma, é possível manter as pernas sempre saudáveis e esteticamente adequadas, além da autoestima lá em cima”, completa o especialista.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Rodrigo Fukushima

Dr. Rodrigo Fukushima

Angiologia

CRM: 125030 / SP

TAGS
circulacao
varizes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Varizes: Como evitar que a doença afete a autoestima do paciente?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.