Por que o TOC é conhecido como a doença da dúvida?


  • +A
  • -A
Imagem do post Por que o TOC é conhecido como a doença da dúvida?

O TOC é conhecido como a doença da dúvida pois a dúvida patológica é um dos sintomas mais comuns do transtorno. Trata-se de uma obsessão que gera a compulsão de verificação. Por exemplo, se um paciente com TOC fica na dúvida se trancou a porta de casa antes de sair, ele checa se ela de fato está fechada diversas vezes por medo do risco de esquecê-la aberta.

“A dúvida patológica é o segundo padrão de apresentação mais comum do TOC e pode ser o responsável pelo seu reconhecimento como a doença da dúvida”, explica a psiquiatra Ana Cláudia Ducati. “Esse pensamento repetitivo de dúvida que implica em algum perigo é seguido por um ritual de verificação no qual o indivíduo se envolve em múltiplas checagens”, acrescenta.

Principais tratamentos de TOC


Conforme conta a médica, há cada vez mais evidências de que os fatores biológicos apresentam grande impacto na determinação do TOC. Estudos mostram que existem três opções principais de tratamento: a farmacoterapia, a terapia comportamental e a combinação das duas. A decisão sobre qual terapia usar depende do julgamento e experiência médica, além da aceitação do paciente.

“A farmacoterapia consiste no uso de remédios para restabelecer o equilíbrio de substâncias no cérebro. Já a terapia comportamental, tão efetiva quanto as farmacoterapias, envolve mudar o comportamento do paciente para se reduzir a disfunção e melhorar a qualidade de vida. Ambas são eficazes para uma redução significativa dos sintomas de TOC”.

Outros sintomas de TOC além da dúvida


Além da dúvida patológica, o TOC pode causar outros três tipos principais de sintomas: contaminação, pensamento intrusivo e simetria. “O padrão de contaminação consiste em um ritual de lavagem ou de evitar objetos contaminados, enquanto o pensamento intrusivo baseia-se em ideias repetitivas e indesejadas (obsessões). Já a simetria é caracterizada pela necessidade de simetria ou precisão e pode levar a rituais exaustivos para que um objeto fique em uma posição perfeita”.

Dra Ana Claudia Ducati Dabronzo é psiquiatra geral e da infância e adolescência, formada pela Universidade de São Paulo (USP). CRM: 150.562

Foto: Shutterstock

TAGS
psicologico
toc

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Por que o TOC é conhecido como a doença da dúvida?"

Cristiane

Oi, meu marido tem vários hábitos, de conferir portas casa, carro, geladeira etc. de levantar da cama de colocar coisa em tederminado lugar ao fexar torneiras e até de rezar. Isso pode ser sintomas de toc?

Cuidados Pela Vida

Oi Cristiane, para a especialista Dra. Juliana Belo Diniz, o que caracteriza a compulsão é o desconforto relacionado com a não realização do ritual: “A pessoa que sofre com o que chamamos de transtorno obsessivo compulsivo, o TOC, é refém do ritual para controle do seu desconforto. Quando um ritual é compulsivo, não fazê-lo implica aumento de sensações de ansiedade, angústia e medo”. Ao realizar uma consulta com o médico especialista, ele poderá realizar o diagnóstico correto e, caso seja necessário, prescrever um tratamento. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.