Quais são os fatores que levam ao aparecimento das manchas no rosto? Uma dermatologista tira suas dúvidas


  • +A
  • -A

Manchas no rosto costumam ser uma das reclamações mais comuns no consultório de um dermatologista. Segundo a especialista na área Lilia Guadanhim, o sol é a principal causa do problema. “O melasma é o tipo mais comum. Trata-se de manchas acastanhadas de aspecto rendilhado que aparecem principalmente nas maçãs do rosto, mas podem atingir toda a face”, explica.

 

Além dos raios solares, hormônios também influenciam no aparecimento de manchinhas no rosto.”O uso de pílulas anticoncepcionais e a gravidez podem deflagrar e/ou agravar o quadro, mas o sol é o principal culpado!”, esclarece a dermatologista. “Outros tipos de manchas incluem as melanoses solares, as queratoses seborreicas, queratoses actínicas, entre outros”.

 

Use protetor solar para prevenir as manchas no rosto

 

O primeiro passo para evitar manchas no rosto é o uso frequente e regular do protetor solar. O produto tem o objetivo de proteger a pele da incidência de radiação solar, reduzindo seus efeitos nocivos através de reflexão, dispersão e absorção. “Muitos pacientes acham que o protetor solar deve ser usado apenas na praia, mas esse conceito é totalmente errado!”, alerta Lilia. “O filtro solar deve ser usado diariamente, com FPS (fator de proteção solar) mínimo 30, com proteção contra raios UVA e UVB. Além disso, recomenda-se a proteção física, com uso de chapéus, bonés e óculos escuros”.

 

Quando você estiver em um situação de exposição solar intensa, o protetor deve ser reaplicado a cada 2 ou 3 horas e uma dica é aumentar o fator da proteção (FPS). “O  uso de protetores solares com cor também é um ótimo aliado na prevenção de manchas, uma vez que aumentam a proteção contra a luz visível”, acrescenta.

 

Manchas no rosto também podem indicar câncer de pele

 

De acordo com Lilia, algumas manchas no rosto podem indicar lesões pré-malignas, como as queratoses actínicas, que são manchas vermelhas bem delimitadas e muitas vezes ásperas. “Podem sim ser sinal de câncer de pele se houver alguma lesão de surgimento recente, que sangra, que aumentou de tamanho ou apresenta relevo. Sempre procure um dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia”, aconselha a médica. “O câncer de pele pode se manifestar de várias formas, desde manchas vermelhas, castanhas ou enegrecidas, feridas que não cicatrizam, pápulas (lesões sobrelevadas) cor da pele, vermelha ou enegrecida”, alerta a expert.

 

Qual o tratamento adequado para as manchas no rosto?

 

O tratamento adequado depende de cada paciente. O diagnóstico correto será feito pelo dermatologista, que vai avaliar uma série de fatores, como tipo de pele, idade e perfil de vida. “Quer iniciar o tratamento de manchas imediatamente? Todos os tratamentos de pele começam com o uso regular de filtro solar! Lembra aquela campanha? ‘Se eu pudesse dar só uma dica para o futuro seria esta: use filtro solar!’”, finaliza a médica.

Dra. Lilia Guadanhim é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e médica da Unidade de Cosmiatria da Universidade Federal de São Paulo. CRM: 133850

TAGS
manchas-na-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são os fatores que levam ao aparecimento das manchas no rosto? Uma dermatologista tira suas dúvidas"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.