Meias, cremes e outras medidas podem substituir o tratamento medicamentoso para varizes?


  • +A
  • -A
Imagem do post Meias, cremes e outras medidas podem substituir o tratamento medicamentoso para varizes?

Para controlar as varizes dos membros inferiores e seus sintomas, podem ser implementadas uma série de medidas, como exercícios aeróbicos, controle do peso e elevação dos membros, até a compressão elástica do membro com o uso de meias. As recomendações variam conforme a gravidade do quadro, que deve ser verificada por um médico.

 

O uso de meias e cremes são parte do tratamento das varizes

 


“Meias elásticas representam um instrumento imprescindível para corrigir parte dos distúrbios circulatórios. Por isso, devem ser usadas sistematicamente, tanto na prevenção como auxiliando no tratamento. Deveriam ser parte obrigatória dos uniformes de trabalho das pessoas que trabalham de pé o tempo todo”, afirma o angiologista e presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro, Breno Caiafa.

O médico também pode indicar a aplicação de cremes para tratar as varizes. “O uso tópico de produtos com ação anti-inflamatória e venotônica auxilia no controle destes sintomas a partir da primeira aplicação, sendo uma opção no arsenal terapêutico do tratamento coadjuvante dessa enfermidade, auxiliando a promover uma melhora na qualidade de vida dos pacientes”, explica o profissional.

 

Medicações ajudam a prevenir a piora das varizes

 


Em alguns casos, no entanto, estas abordagens não são o suficiente e o
tratamento medicamentoso se torna necessário. “Ele pode ser eficiente na fase metabólica, porque age nas alterações que ocorrem nos capilares, na inflamação da pele e no edema”, diz Caiafa.

De acordo com o especialista, com grande experiência na prática clínica, as medicações venotônicas têm demonstrado grande capacidade de melhorar o edema e a hipertensão venosa, reduzindo os sintomas das varizes e retardando a progressão da insuficiência venosa crônica (IVC) às fases mais graves. No entanto, as medicações não devem ser tomadas por conta própria, somente quando prescritas por um médico, preferencialmente um angiologista.

 

Dr. Breno Caiafa é angiologista e cirurgião vascular, graduado em Medicina pela Universidade Federal Fluminense e é presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52-56556-8

 

Foto: Shutterstock

TAGS
circulacao
varizes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Meias, cremes e outras medidas podem substituir o tratamento medicamentoso para varizes?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.