Por que quem fez redução de estômago tem dificuldades em absorver vitamina E?


  • +A
  • -A
Imagem do post Por que quem fez redução de estômago tem dificuldades em absorver vitamina E?

A cirurgia redutora do estômago, conhecida como cirurgia bariátrica, é um procedimento que ajuda pacientes com obesidade mórbida a perder peso. Hoje, é indicada também para outros casos, como pessoas com doenças cardiovasculares e apneia do sono. Uma das possíveis consequências do procedimento é a dificuldade para absorver a vitamina E adquirida por meio da alimentação.

Estômago menor absorve quantidade menor de nutrientes


De acordo com a nutricionista Barbara Costa, a baixa absorção de vitamina E é resultado direto da diminuição do tamanho do estômago e do intestino. “A diminuição após a cirurgia está ligada à redução da superfície do intestino e, dependendo da técnica, como no tipo de cirurgia bypass, ocorre diminuição da superfície do intestino e do estômago, além de uma diminuição da absorção”, diz a profissional.

No entanto, a vitamina E é muito importante para o corpo humano e, diante dessa dificuldade de absorção, é preciso apresentar uma alternativa. “A deficiência de vitamina E está associada ao aumento do risco de infecção, anemia, inibição do crescimento e resultados ruins durante a gravidez tanto para o bebê quanto para a mãe”, alerta a nutricionista Sílvia Ferolla. O nutriente ajuda ainda a combater o excesso de radicais livres e a proteger contra o envelhecimento da pele.

Suplementação de vitamina E pode ajudar pacientes depois da cirurgia


Independentemente da técnica aplicada na cirurgia bariátrica, Bárbara defende a
suplementação da vitamina E no primeiro ano depois do procedimento. “O paciente sofre uma adaptação na ingestão de alimentos e na mastigação, podendo ocorrer intolerância alimentar, diminuindo a ingestão de alimentos e de nutrientes”, afirma a especialista.

Para esses pacientes, o auxílio de um nutricionista é fundamental para elaborar um planejamento alimentar balanceado, incluindo alimentos ricos em vitamina E. É o caso sementes oleaginosas, como amêndoas, avelãs, pistache e azeite de oliva, além do abacate e do ovo de galinha, que também são boas fontes do nutriente.

Barbara de Cassia Macedo Costa é nutricionista, especialista em Nutrição Funcional e atua em Nova Iguaçu (RJ). CRN-RJ: 05101411 – Contato via Facebook

Sílvia Marinho Ferolla Costa é nutricionista graduada pelo Centro Universitário Newton Paiva, especialista em Nutrição Clínica pela Faculdade São Camilo e atende na Clínica Bruno Vargas, em Belo Horizonte. CRN-MG: 1821

Foto: Shutterstock

TAGS
emagrecer
obesidade
suplementos
vitamina-e

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que quem fez redução de estômago tem dificuldades em absorver vitamina E?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.