Obesidade: Por que o corpo não é capaz de se livrar do excesso de gordura da alimentação?


  • +A
  • -A

Uma alimentação desregrada, excessiva e pouco nutritiva contribui significativamente para o ganho de peso, que pode resultar em obesidade. Como o corpo de fato não é capaz de eliminar a quantidade de gordura proveniente de refeições exageradas, o que sobra acaba se acumulando no organismo, prejudicando a saúde do indivíduo em várias frentes.   

 

Fatores que favorecem a obesidade

 

“O metabolismo ‘aprendeu’ a reservar e economizar gordura para preservação da espécie, então toda vez que os indivíduos têm disfunções e má nutrição (nutrição celular inadequada), o corpo reserva gordura para se preservar. É como se existisse uma fome oculta gerada por diversos gatilhos e desequilíbrios metabólicos e sistêmicos que levam à obesidade”, explica a nutricionista Carla Cotta.

A especialista ressalta que não é somente o consumo de gordura na alimentação que leva à obesidade. Diversos fatores externos e até genéticos, que se iniciam no útero materno e/ou fazem parte do histórico familiar, contribuem para que haja obesidade. “Mesmo assim, os maus hábitos alimentares certamente alavancam o processo”.

 

Como tratar e evitar a obesidade?

 

O tratamento da obesidade deve ter estratégias específicas para cada indivíduo. Em geral, recomenda-se correção e adequação dietética aliada à atividade física que esteja direcionada à mudança da composição corporal (troca de tecido adiposo por massa magra). “O indivíduo com obesidade precisa também tratar o intestino, que é um dos possíveis gatilhos para esse quadro”, completa Carla.

Segundo a especialista, a dieta baseada em alimentos in natura, contendo pouca quantidade de alimentos processados e ultraprocessados e equilibrada em macro e micronutrientes, beneficia a saúde e a composição corporal adequada, com um menor percentual de gordura. “Além disso, evitar o sedentarismo e cuidar da saúde mental e emocional favorecem sobremaneira na prevenção da obesidade”, conclui a nutricionista.

 

Carla Cotta é nutricionista, graduada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e especialista em Nutrição Clínica Funcional pela UNICSUL. CRN4 02100097 – Site oficial

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
emagrecer
nutricao
obesidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

3 comentários para "Obesidade: Por que o corpo não é capaz de se livrar do excesso de gordura da alimentação?"

Ana Lucia

informações sobre obesidade

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana Lúcia, temos diversas matérias sobre obesidade em nossa página, dá uma olhada, você vai gostar. Abraços.

Claudiana R.Motta

Meu Deus, a algum tempo luto contra a obesidade, mais precisamente depois da gravidez. Faço acompanhamento com endocrino, uso Biomag mg, faço dietas, não sou sedentária, estou usando associado o Biomag o Amato de 100mg e sinceramente estou sentindo que perdi a luta para a obesidade… Aos 37 anos, com 106 kg, 1,55m. Cansei… não tenho mais motivos, desisto.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.