O que é pseudo-hipertensão? Por que ela é mais comum em idosos?


  • +A
  • -A
Imagem do post O que é pseudo-hipertensão? Por que ela é mais comum em idosos?

Como o próprio nome sugere, a pseudo-hipertensão diz respeito a valores falsamente elevados de pressão arterial. Ocorre com frequência maior em idosos, pois nesta faixa etária as artérias tendem a ser mais espessas e calcificadas, o que atrapalha a medição precisa da pressão arterial.

“A pseudo-hipertensão apresenta medidas falsamente elevadas de pressão arterial pelo aumento da rigidez dos vasos nos idosos, com redução das fibras elásticas, aumento do colágeno e calcificação, endurecendo, assim, a parede do vaso”, explica o cardiologista Rubens Mattar Jr. “Isso tudo gera dificuldade em comprimir a artéria com a insuflação do manguito dos medidores convencionais e aí a pressão verificada acaba sendo maior que a intra arterial”.

 

Modos de identificar a pseudo-hipertensão

 


Segundo o médico, pode-se suspeitar da presença de pseudo-hipertensão em pacientes com diagnóstico de hipertensão arterial de longa data sem lesão de órgãos alvos, ou naqueles tratados e que apresentam sintomas hipotensivos. “Uma forma de diagnóstico é por método invasivo de medida da pressão arterial, que é o intra arterial”, diz Mattar.

Outra maneira de detectar a pseudo-hipertensão é utilizar a manobra de Osler, que consiste em insuflar o manguito utilizado para medir a pressão arterial até que não seja possível identificar o pulso delimitado pela palpação da artéria radial ou braquial. “Se conseguirmos identificar pulso neste local, o paciente é considerado Osler-positivo e pode estar ocorrendo uma falsa estimativa da pressão, com valores superiores aos reais (pseudo-hipertensão)”.

 

Cuidados para quem é diagnosticado com pseudo-hipertensão

 


Ao se confirmar o diagnóstico de pseudo-hipertensão, deve-se evitar o uso de medicamentos hipotensores, pois a queda de pressão sem necessidade no idoso pode ocasionar danos à saúde. “Neste caso, é importante que haja acompanhamento médico, recomendando, se necessário, modificações no estilo de vida, com orientação à redução de sal na dieta, evitar fumo, reduzir peso, corrigir taxas lipídicas e praticar atividades físicas”, recomenda o cardiologista.

 

Dr. Rubens Mattar Júnior é cardiologista, graduado pela Faculdade de Medicina de Uberlândia (MG) e atende em São Paulo. CRM-SP: 30054

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
coracao
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "O que é pseudo-hipertensão? Por que ela é mais comum em idosos?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.