A hipertensão pulmonar tem alguma relação com a hipertensão arterial?


  • +A
  • -A

A hipertensão pulmonar é uma doença caracterizada pelo aumento da pressão sanguínea nas artérias dos pulmões. Ela pode ser causada por doenças cardíacas, como insuficiência e cardiopatias congênitas, por problemas pulmonares, como enfisema e embolia pulmonar, por doenças autoimunes ou pode ainda não ter causas aparentes.

Há relação com a hipertensão arterial?

O cardiologista Francisco Flavio Costa Filho, no entanto, afirma que a hipertensão arterial não provoca o surgimento da hipertensão pulmonar: “Apesar de ter nomenclatura semelhante, essa entidade não tem nenhuma relação com a popular ‘pressão alta’, a hipertensão arterial sistêmica, que acomete entre 22 e 27% dos brasileiros adultos.”

O problema surge por causa do estreitamento das artérias pulmonares, que elevam a pressão arterial no pulmão. As consequências são várias e começam pela dificuldade do sangue de circular pelo corpo. “Esse excesso de pressão nas artérias pulmonares começará a represar o sangue nas nossas veias e levará à formação de edema nas pernas e ao aumento de volume abdominal”, explica o cardiologista.

Tratamento e outros sintomas

Pacientes com hipertensão pulmonar costumam se queixar de cansaço com facilidade. Isso ocorre porque o sangue é bombeado mais lentamente para os pulmões, órgãos que recebem o oxigênio necessário para abastecer as células do corpo e manter o organismo funcionando adequadamente.  

De acordo com o médico, o tratamento também é diferente do realizado nos casos de hipertensão arterial sistêmica e dependerá da sua origem: “Se a hipertensão pulmonar não tiver causa específica, existem medicamentos comprimidos ou inalatórios que reduzem a pressão nas artérias pulmonares, atuando muito pouco na nossa pressão arterial sistêmica”, explica.

Por outro lado, caso a hipertensão pulmonar seja causada por um problema cardíaco, o tratamento deverá focar no coração. Em casos avançados, o uso de oxigênio domiciliar é recomendado para trazer melhora na qualidade de vida.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Francisco Flávio Costa Filho

Dr. Francisco Flávio Costa Filho

Cardiologia

CRM: 141903 / SP

TAGS
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

14 comentários para "A hipertensão pulmonar tem alguma relação com a hipertensão arterial?"

Jadir Sant´Anna

Estou apreensivo !. Sou hipertenso, controlo a PA com Diovan/Ablock/Aspirina.Fui fumante. Após receber tres stenths (?) o meu peso aumentou 13 ks e aumentou o meu volume abdominal.E agora doutor ?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Jadir, nossa orientação é você continuar controlando sua pressão arterial, lembrando sempre de usar somente medicamentos prescritos por seu médico. Além disso é importante você verificar com seu médico quais opções de tratamento são indicados para auxiliar você a manter-se saudável. Abraços

MONICA Cristina Matos Costa

Eu sou hipertenca.tomo medicamento prescrito pelo cardiologista. Mas faz ums dois meses que estou com dores na lombar e nas costative pico de pressao.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Monica, relate para o seu cardiologista sobre esses novos sintomas, assim ele poderá te orientará adequadamente. Melhoras.

Gilmeire Schwartz

Boa noite doutor.. Tenho lupus erimatoso sistêmico.. E faz alguns anos estou com problemas no pulmão.. Medico disse que tenho inicio de HP, porem sinto muita cansera e minha pressao e constantemente baixa.. O que devo fazer? Grata

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Gilmeire, é complicado diagnosticá-la apenas com essas informações. É necessário realizar avaliação com o médico especialista para que ele possa realizar o diagnóstico e, caso seja necessário, prescrever um tratamento. Abraços.

Grace Castro

Doutor faz uns cinco meses que meu coraçao esta com uns batimentos estranhos parecendo cambalhotas ! Sofro com a síndrome do pânico ,e esta semana passei por eco cardiograma ,fotos do coraçao,e stress teste com medicamento intravenoso ! Durante o stress teste eu desmaiei ,e minha pressão foi a dezenove ! Eles passaram aperto comigo ! Isto na clinica do coraçao ! Quase me levaram para a emergência ,mas graças a Deus voltei a mim ,e tudo ficou mais tranquilo ! Amanha terei o resultado ! O que voce me diz ? Ah ! Tenho sessenta e sete anos,sou hipertensa,e diabética !

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Grace, vá a consulta para que o médico, que estará com todos os exames em mãos, possa realizar o diagnóstico e assim te indique o tratamento adequado. Abraços.

Simone Aparecida carvalho Leão

Estou sentindo muita dor embaixo do seio o que pode cer é uma dor q parece que tem alguma coisa rasgando a pele

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Simone, uma consulta com um dermatologista pode te ajudar a resolver seu problema. Abraços.

Iasmin

Boa noite minha mãe nunca fumou mas está com unsua nacos de falta de ar em especial a noite pode ser esse problema? E que especialidade médica trata disso? Grata

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Iasmin, o pneumologista é o médico especialista mais indicado, após uma consulta presencial e realizando aos exames será possível diagnosticar um melhor tratamento para sua mãe. Um abraço para você e para sua mãe.

Fabiana

Boa noite …. Doutor o meu filho hj está com. 24 anos , aos 16 anos ele teve um quadro de pneumotórax espontânea, ficou 27 dias com o dreno,teve alta e 1 semana depois ele voltou pro hospital,pq ele ainda Estava com falta de ar e uma dor que vinha das costas até o peito,ele voltou pro hospital e ficou mais 22 dias internado drenando o ar no pulmão e fez a cirurgia com um cirurgião de torax, faz uso do alenia e sempre tem crise de bronquite, esses dias ele começou a tossir e escarrar sangue,levei ao médico do pronto socorro e lá a medica pediu um raio x e uma tomografia aonde a medica falo q não era caso de internação e nem de cirurgia,pois 3 dias depois ele melhorou e parou de escarrar sangue, mas agora ele está reclamando de dor no peito quando anda ou sobe escadas e sai um pouco de escarro com sangue, tentei marcar pneumologista pra ele, mas sem sucesso e tente marcar cirurgião de tórax sem sucesso também….O que pode ser Doutor …

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Fabiana. Agradecemos por compartilhar seu relato. Apesar das informações passadas só é possível identificar a causa dos sintomas diante de exames e uma consulta presencial é necessária para indicar o tratamento mais adequado. Consultar o pneumologista é crucial para iniciar o tratamento mais eficaz, dessa forma será possível amenizar os sintomas e trazer grande melhora na qualidade de vida do seu filho. Até logo.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.