Hipertensão: saiba como integrar os remédios na sua rotina e não abandonar o tratamento


  • +A
  • -A
Imagem do post Hipertensão: saiba como integrar os remédios na sua rotina e não abandonar o tratamento

Como a hipertensão geralmente não provoca sintomas, muitos pacientes apenas se dão conta de que têm pressão alta durante consultas médicas de rotina. A partir deste momento, você e muitas outras pessoas precisam se acostumar a tomar remédios diariamente. Mas, com algumas dicas, dá para superar esse desafio integrando os medicamentos ao seu dia a dia e indo regularmente ao médico para controlar a hipertensão.

Médico pode influenciar adesão do paciente ao tratamento


“Nós temos mais de 50 tipos de medicamentos anti-hipertensivos e, frequentemente, os pacientes precisam mais de uma classe de medicamento para atingir os níveis desejados de pressão”, afirma o cardiologista Francisco Flávio Costa Filho. Ele defende que os médicos podem dar preferência a remédios que exigem apenas uma dose por dia, diminuindo o risco de esquecer de outras.

Outra forma que os profissionais têm para te ajudar é prescrever comprimidos que contêm duas medicações em apenas um composto, auxiliando na sua adesão ao tratamento. Mas, isso depende da opinião do médico, conforme as condições clínicas de cada caso: “Cabe ao médico escolher entre apenas uma classe de medicamento e a terapia combinada com duas, três, quatro ou mais classes de medicações. O importante é ter a pressão controlada”.

Tomar remédio na hora de refeições ajuda a não esquecer da dose


Consumir os medicamentos em horários fixos ou durante eventos que acontecem todos os dias também podem te ajudar a não esquecê-los. “Por exemplo, tomar remédios sempre ao acordar ou sempre antes de dormir, se a prescrição médica permitir esses horários, de tal forma que a ingestão da medicação passa a se tornar parte da rotina, da mesma forma como escovar os dentes e tomar banho”, aconselha o especialista.

Até mesmo a tecnologia do celular disponível na palma da sua mão pode facilitar sua vida. Os smartphones têm funções e aplicativos que permitem que o usuário crie lembretes e despertadores em um horário específico. Use-os para não esquecer dos remédios. Dr. Francisco Flávio acredita ainda que o cuidador tem papel fundamental no controle da pressão de idosos, especialmente aqueles que estão com a memória ou mobilidade comprometidas.

Dr. Francisco Flávio Costa Filho é cardiologista formado pela Universidade Federal do Ceará e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

Foto: Shutterstock

TAGS
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Hipertensão: saiba como integrar os remédios na sua rotina e não abandonar o tratamento"

Sueli Gomes

Muito interessante esta dica. Sou hipertensa e faço uso de dois medicamentos em um composto e isto facilita bastante. Adorei ingeri-lo ao acordar, dose única, assim não corro risco de esquecer. ☺️

Francisco Grangeiro de Oliveira

Eu só tomo um medicamento para pressão ao dia. Antes eu ingeria 2 vezes ao dia um outro tipo de medicamento. O médico me medistrou este que tomo um só vez. Os seus comentários e conselhos me foram muito essencial, obrigado.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Francisco, ficamos felizes que nossa matéria tenha te auxiliado de alguma forma. É importante seguir as recomendações médicas para alcançar uma melhor qualidade de vida. Abraços.

João Luis Pellegrino

Bom dia . criei a minha rotina que é bem simples. Antes de sair de casa para trabalhar , como uma fruta e tomo meu remédio para pressão simples assim…Lembrando que após fazer uso do medicamento LOTAR 5/100 , minha pressão virou um relógio 12×8.Obrigado

CUIDADOS PELA VIDA

Oi João, ficamos felizes em saber que, com a adesão ao tratamento prescrito pelo seu médico, você conseguiu alcançar uma melhora em sua saúde. Abraços.

Raiane

Gostaria de saber se consigo pegar os medicamentos de hipertensão de graca nas farmacias vi uma reportagem pra mim que era no Site Cuidados pela vida que a pessoa conseguia atraves de um cadastro

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.