O estresse pode atrapalhar um paciente com hipertensão?


  • +A
  • -A
Imagem do post O estresse pode atrapalhar um paciente com hipertensão?

O estresse, por aumentar a pressão arterial, pode ser extremamente prejudicial, especialmente em pacientes com pressão alta elevada. “Momentos estressantes provocam uma descarga adrenérgica que aumenta a resistência dos vasos sanguíneos, elevando a pressão arterial”, explica o cardiologista Francisco Flávio Costa Filho.

Segundo o médico, as situações estressantes do dia a dia, como falta o sono, chefe chato, dilemas com filho adolescente, meta a ser cumprida no final do mês, prova semestral e conta bancária no vermelho, fazem com que as pessoas “explodam” e isso pode se manifestar como picos de descarga adrenérgicas. “Essa descarga gera picos de pressão alta, ou taquicardia, o que acaba atrapalhando o controle da pressão”, explica.

 

Importância do controle do estresse para evitar picos de pressão alta

 


O cardiologista considera importante que cada um identifique os fatores que desencadeiam o estresse na vida para saber controlar sua reação quando estiver diante deles. “Também é de suma importância identificarmos nossas válvulas de escape, nossos refúgios seguros, onde conseguimos relaxar, com a certeza que não seremos ameaçados. Se não encontrarmos esse equilíbrio, nossos vasos continuarão cronicamente expostos a níveis elevados de adrenalina e a pressão arterial não baixará, mesmo com muitos medicamentos”.

Como o estresse tende a elevar a pressão transitoriamente em pessoas não hipertensas, isso pode acabar confundindo o diagnóstico. “Por isso que uma medição isolada de pressão arterial, em uma situação de estresse, não define que a pessoa seja hipertensa e deverá tomar medicamentos para o resto da vida”, afirma o cardiologista.

 

Tratamento ideal para hipertensos

 


Uma vez diagnosticada a hipertensão arterial sistêmica (HAS) por médico, é fundamental seguir o uso de medicamento anti-hipertensivo regularmente, conforme prescrição. “Além disso, deve-se ter controle na ingestão de alimentos com elevado teor de sódio (molhos industrializados, alimentos processados que são salgados para conservá-los, por exemplo), fazer atividade física regularmente (5 vezes por semana, pelo menos 30 minutos em cada sessão), controlar o peso e ter uma alimentação saudável com frutas”, recomenda.

 

Dr. Francisco Flávio Costa Filho é formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

 

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
coracao
dor-no-peito
estresse
infarto
pressao-alta
sal

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "O estresse pode atrapalhar um paciente com hipertensão?"

João Glecenir do Nascimento Froelich

Estive muito tempo com alto grau de estresse, isso alterou minha pressão aretriai pois desde que nasci minha pressão era 12/8, e com o estresse, passou a 15/10, comecei a tomar medicamentos. Agora estou totalmente recperado , me aposentei bem graças a Deus e gostaria se o problema de minha ´pressao e normal ou foi alterada em função do stress.

Cuidados Pela Vida

Oi João, como explica o cardiologista Francisco Flávio Costa Filho: “Momentos estressantes provocam uma descarga adrenérgica que aumenta a resistência dos vasos sanguíneos, elevando a pressão arterial”.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.