Dificultando o contágio: quanto tempo o vírus do herpes sobrevive fora do corpo?


  • +A
  • -A

Febre, ardência, queimação, bolhas e aftas na região da boca e na gengiva são alguns dos sintomas que podem indicar um primeiro contato do corpo com o vírus herpes simples. A infecção é causada pela transmissão do vírus por meio do contato com a mucosa oral ou genital, mas pode não apresentar sintomas.

Os tipos de vírus

Segundo o infectologista Taylor Olivo, o herpes simples é classificado em dois tipos: “O HSV-1 é adquirido mais frequentemente e de forma mais precoce que o HSV-2, sendo o primeiro de transmissão por saliva e contato com pessoas sintomáticas ou assintomáticas, e o segundo, principalmente, na puberdade por meio da atividade sexual.”

Uma das maneiras de se prevenir contra o vírus do herpes é dificultar o contágio. De acordo com Taylor, objetos de uso pessoal não devem ser compartilhados. O motivo é simples: “Em superfícies secas, ele pode permanecer vivo por períodos de algumas horas até oito semanas. Esse tempo se torna maior em ambientes úmidos.”

Como se prevenir

O infectologista recomenda lavar copos e talheres adequadamente, além de separá-los durante episódios de atividade das lesões. Outra medida que contribui para a diminuição do risco de infecções é usar preservativos durante relações sexuais e evitar contato enquanto houver lesões ativas.

A higienização das mãos com água e sabão deve ser feita com frequência, especialmente antes das refeições e ao sair na rua e entrar em contato com outras pessoas. Se houver lesões, é recomendado cuidado ao se aproximar de recém-nascidos, cujo sistema imunológico ainda não está totalmente fortalecido.

Dr. Taylor Endrigo Toscano Olivo é infectologista formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e atua em Bauru (SP). CRM-SP: 115765

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Dificultando o contágio: quanto tempo o vírus do herpes sobrevive fora do corpo?"

Marlene

Doutor eu estou com herpes nesse momento e trabalho em casa que tem um bebe de 7 meses , e as vezes precisa ficar comigo,

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Marlene, segue o link de uma de nossas com informações para você:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/problemas-de-pele/o-que-fazer-para-minimizar-o-risco-de-transmissao-do-herpes-para-alguem
Abraços.

Ademir Fragoso Mendes

Não tive dor, vermelhidão, coceira, ou bolhas no pênis, porém um dia ao masturbar senti uma pequena ardência e após isso apareceu alguns rachaduras e lesões de fundo avermelhado no prepúcio e manchas vermelhas na glande. Tenho herpes o clínico geral disse que era lesões de herpes.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Ademir, obrigado por compartilhar seu comentário, é sempre bom ter um acompanhamento médico. Um abraço.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.