Lisina: suplementação pode suprimir por completo as manifestações do herpes?


  • +A
  • -A

A infecção causada pelo vírus herpes simples é responsável pela sensação de coceira e ardência, antes do surgimento de bolhas e outras feridas em todo o corpo, mas principalmente, na região genital e na boca. O vírus é transmitido pela mucosa de uma pessoa infectada ou pelo contato direto com uma lesão ativa.

Pessoas com herpes podem voltar a sofrer com sintomas

 

Quem já manifestou sintomas do herpes pode voltar a tê-los novamente, no entanto, há uma maneira de fazer com que a ocorrência seja menos frequente. “Novos episódios da doença podem ocorrer em 50% dos casos. A reposição de lisina em doses altas demonstrou aumento no intervalo das crises”, conta a dermatologista Gabriella Albuquerque.

Uma crise de herpes pode ser causada pela exposição ao sol e pelo estresse. Segundo a médica, pesquisas recentes mostraram que o uso repetido do filtro solar pode diminuir o retorno das crises. A primeira infecção costuma ser mais grave e o paciente pode apresentar quadro febril. O objetivo principal do tratamento contra o vírus é minimizar os sintomas e impedir a volta dos sintomas.

Lisina impede a reprodução do vírus do herpes

 

A lisina é um aminoácido que pode ser utilizado no combate ao herpes. “A lisina se mostrou eficiente em reduzir a recorrência da doença”, afirma a profissional. Sua função é inibir a ação da arginina, uma substância que atua a favor do herpes simples. Ela, portanto, bloqueia a reprodução do vírus antes que os sintomas ressurjam.

Esse importante aminoácido pode ser consumido por meio de medicamentos, mas também pode ser encontrado em alimentos. Ovos, peixes, leites, carnes e queijos possuem lisina e auxiliam o tratamento. Por outro lado, milho, trigo, coco, chocolate e amendoim devem ser evitados por causa da quantidade de arginina.

Dra. Gabriella Albuquerque é dermatologista formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atua no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 71503-4 – http://gabriellaalbuquerque.com.br/

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

18 comentários para "Lisina: suplementação pode suprimir por completo as manifestações do herpes?"

Luciano Vigato

Tive uma experiencia com minha mãe, que teve uma crise bem intensa, e depois ela usou a Lisina, e teve bons resultados, indico ele com certeza….

vanio

aonde posso encontrar a lisina

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Vanio, a Lisina é um aminoácido essencial para construção de várias proteínas no corpo. Ela pode ser encontrada em alimentos como ovos, peixes, leites, carnes e queijos; os alimentos com a maior quantidade de lisina são, naturalmente, os ricos em proteínas. Caso seja recomendado ela também pode ser suplementada por meio de medicamentos. Orientamos você a realizar uma consulta com um profissional médico para que ele possa indicar qual o tratamento indicado para o seu caso. Abraços.

Marco

Galera,BEBAM MAIS ÁGUA! Assim voces vão acabar com a herpes labial e melhorar muito sua imunidade. Eu tinha herpes todo mês até descobrir que bebia pouca água. Depois que passei a beber mais, NUNCA mais tive!

anonimo

Use suplemento de lisina, é só mandar manipular, lisina 500mg, 240 capsulas duas capsulas por dia tratamento dar para quatro meses, aguarde mais seis meses e torne fazer a mesma coisa,. Comigo depois que comecei a tomar a lisina, tive crise somente anual, no meu caso herpes genital tipo 2.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá anonimo, não é indicado utilizar medicamentos sem a devida prescrição médica.

magno

Minha resistência cai toda vez que forço meu organismo, pratico musculação, e costumo tomar um shoop final de semana. Como evitar o surgimento do herpes nesse caso?. A suplementação de Lisina resolveria? Como tomar esse suplemento? Por quanto tempo?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Magno, A lisina se mostrou eficiente em reduzir a recorrência da doença,não indicamos utilizar medicamentos sem prescrição médica.Realize uma consulta para que o médico possa te orientar adequadamente. Abraços.

Joise

Adorei o site de vcs, parabéns,eu gostaria de saber se resist só serve para herpes,uma amiga minha foi ao médico ,por conta de uma rinite e o médico prescreveu resist, obrigada bjs à todos

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Joise, ficamos felizes que tenha gostado. Você pode esclarecer suas dúvidas a respeito deste medicamento em nossa Central de Atendimento Aché através do telefone 0800 701 6900, de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h00 às 17h00 ou através do e-mail cac@ache.com.br. Abraços.

Eduardo

Por quanto tempo devo tomar lisina?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Eduardo, neste caso o ideal é que você retorne em consulta com o médico que prescreveu o medicamento para que ele possa passar as orientações adequadas sobre a duração do tratamento. Abraços.

Anonimo

Duvida 3-quantas cps no dia devo tomar? E aonde encontro,pq na internet só encontro em sites dos eua,farmacias manipuladoras fabricam?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, toda medicação deve ser prescrita após avaliação médica. Recomendamos que você realize uma consulta para que o médico indique o medicamento e dose adequados. Abraços.

Leo

Minhas crises de herpes em 2018 foram as piores de todos os tempos. Era terminando uma e começando outra. Fui informado de que amendoim contém arginina que colocabora para o surgimento do herpes. Tirei da minha alimentação e acrescentei BCAA, pois também pratico musculação. BCAA também contém lisina. Resultado: estou há seis meses sem manifestar a doença. Um recorde! De fato, a lisina tem um efeito preventivo poderoso.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Leo, obrigada por compartilhar sua história conosco! Abraços.

Lucia

Estou usando o medicamento Resist 500mg de 8 em 8 horas, desde o dia 4 de julho, porém, mesmo usando ele fui acometida por outra crise de herpes genital. Eu gostaria de saber se é normal, ou se preciso fazer alguma coisa?Obrigada.Lucia

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Lucia, para mais informações entre em contato com nossa Central de Atendimento Aché através do telefone 0800 701 6900, de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h00 às 17h00 ou através do e-mail cac@ache.com.br. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.