Herpes: dicas para você reduzir riscos de contágio para outras pessoas durante crises


  • +A
  • -A
Imagem do post Herpes: dicas para você reduzir riscos de contágio para outras pessoas durante crises

O herpes é uma infecção que causa dor, coceira, bolhas e outras lesões na pele durante as crises, principalmente na região da boca e na região genital. Como o vírus pode causar sintomas pelo resto da vida, é importante prevenir a transmissão para outras pessoas. Separamos alguns cuidados que você pode adotar para fazer a sua parte.

 

Beijos durante as crises podem transmitir herpes

 


O primeiro passo é seguir as medidas prescritas pelo seu médico, já que a eficácia do tratamento pode ajudar a reduzir o contágio do vírus. “O tratamento eficaz consiste no uso de antivirais, principalmente nas crises, mas há também medidas preventivas e medicações orais entre as crises que diminuem a carga viral”, afirma o dermatologista Murilo Drummond.
A suplementação de lisina também é útil no tratamento.

Durante as crises, é importante que você evite que outras pessoas toquem diretamente as lesões de pele provocadas pela infecção, já que o contato pode transmitir o vírus do herpes. Como muitas das feridas surgem em torno dos lábios, beijar alguém representa um considerável risco de transmitir a doença, principalmente em crianças e recém-nascidos, que têm a imunidade mais baixa que adultos.

 

Vírus do herpes é transmitido durante relações sexuais desprotegidas

 


O contato indireto também serve como
forma de contágio durante as crises. Por isso, evite compartilhar itens de cozinha com outras pessoas sem a devida higienização, como talheres, copos e garrafas, que são levados à boca. Peça para seus familiares não utilizarem seus batons, protetores labiais, maquiagem e toalhas, já que a regra também vale para estes objetos.

Outro cuidado importante para prevenir a transmissão do herpes para outras pessoas é a proteção durante relações sexuais. “O portador da infecção de herpes é sempre transmissor da doença, independentemente de estar em crise ou não, e o portador consciente usa preservativo em todas as suas relações”, aconselha Drummond.

 

Dr. Murilo Drummond é dermatologista, formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. CRM-RJ: 52.33705-1 – http://www.drmurilodrummond.com.br/

 

Foto: Shutterstock

TAGS
herpes
herpes-genital
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Herpes: dicas para você reduzir riscos de contágio para outras pessoas durante crises"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.