Herpes no verão: que cuidados ajudam a evitar a volta dos sintomas nessa época do ano?

  • +A
  • -A

O verão é uma época em que algumas doenças características se manifestam. O herpes é uma delas. Nos dias mais quentes, pessoas que convivem com herpes genital ou labial podem sofrer com as crises e o desconforto trazido por elas. Por isso, a equipe do Cuidados pela Vida conversou com a dermatologista Cristiane Simões, que deu as principais recomendações e dicas para conviver com a doença nessa época do ano. Confira! 

Mudanças bruscas de temperatura provocam crises

Não é mito: a maioria de nós de fato convive com o vírus do herpes. “Estudos mostram que em torno de 93% da população tem de modo latente o vírus do herpes simples”, explica Dra. Cristiane. “No entanto, a manifestação mais comum da doença, as lesões labiais e periorais, acometem uma parcela muito menor devido a fatores de imunidade, genética e fatores ambientais predisponentes”, continua a médica. 

De acordo com a dermatologista, um dos gatilhos ambientais que podem desencadear a manifestação do vírus é o clima do verão. “Dentre estes numerosos fatores que podem causar a manifestação da doença na pele, está a exposição solar, devido à incidência de raios UV, além de mudanças bruscas de temperatura. Estes dois fatores explicam a maior incidência das lesões durante esta época do ano”, revela Dra. Cristiane.

Protetor solar no verão é indispensável para quem tem herpes

As condições do verão de fato são muito incômodas para quem tem herpes, mas a especialista diz que é possível evitar os desconfortos com cuidados simples: “Conhecimento sobre a própria saúde e sobre o manejo das doenças a que se está predisposto são os dois maiores segredos para evitar doenças e controlar sintomas a que estejamos mais suscetíveis”.

“No caso dos portadores do vírus do herpes, os maiores cuidados são evitar exposição direta ao sol, se proteger do sol por meios físicos (chapéus, bonés) e químicos (protetor solar com reaplicação a cada 2 horas) e controlar dieta alimentar e do sono para evitar picos de estresse, que desencadeiam o surgimento das lesões”, explica a dermatologista.

Ainda assim, se ocorrer a crise, Dra. Cristiane recomenda que o dermatologista seja procurado com urgência “para que, além de receber o melhor cuidado neste momento de crise, também possa ser informado sobre o tratamento capaz de evitar novas recidivas da doença”. O tratamento do herpes, de acordo com a especialista, é feito com pomadas antivirais e medicação oral.  

Foto: Freepik

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Cristiane Simões

Dra. Cristiane Simões

Dermatologia

CRM: 52-811254 / RJ

TAGS
herpes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Herpes no verão: que cuidados ajudam a evitar a volta dos sintomas nessa época do ano?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.