Por que alguns medicamentos podem ser usados para o tratamento de diversos transtornos mentais?


  • +A
  • -A
Imagem do post Por que alguns medicamentos podem ser usados para o tratamento de diversos transtornos mentais?

Grande parte das doenças psiquiátricas tem o uso de medicações como parte essencial do tratamento. Muitos destes medicamentos não servem para tratar apenas um transtorno mental, mas uma grande variedade de distúrbios. É o caso, por exemplo, dos antidepressivos, indicados pelos médicos em quadros de depressão, ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo e síndrome do pânico.

 

Medicações para transtornos psiquiátricos atuam nos neurotransmissores

 


“Isso ocorre porque todos esses transtornos, apesar de terem um quadro clínico diferente, estão relacionados a desequilíbrios, principalmente, nos
neurotransmissores serotonina e noradrenalina, de acordo com as teorias mais atuais”, afirma a psiquiatra Érika de Mendonça Morais. Os antidepressivos alteram a disponibilidade destes neurotransmissores, podendo, portanto, ser usados para uma variedade de condições.

Ao escolher a medicação mais adequada para seu paciente, o psiquiatra pensa no mecanismo de ação da substância e na fisiopatologia do transtorno. “Em um quadro de esquizofrenia, pensamos em alterações de dopamina e, então, usamos antipsicóticos. Entretanto, no transtorno bipolar, também parece haver alterações semelhantes e, assim, antipsicóticos também são usados“, exemplifica a especialista.

 

Terapia e apoio da família ajudam no tratamento de doenças psiquiátricas

 


No entanto, o uso de medicamentos não é a única forma de
tratar os transtornos mentais com sucesso. A associação entre medicações e psicoterapia também gera resultados positivos e existem várias abordagens que permitem trabalhar os problemas apresentados pelo paciente. Além disso, a adoção de hábitos saudáveis, como uma boa alimentação, prática de atividades físicas e redução dos níveis de estresse, também é necessária.

A contribuição da família é outra medida importante para a eficácia do tratamento de um distúrbio psiquiátrico. Os familiares podem ajudar buscando informações e orientações sobre a doença mental e oferecendo apoio ao paciente, já que a falta de compreensão da família sobre os sintomas, formas de prevenção e de combate ao problema é, frequentemente, um obstáculo ao tratamento do paciente.

 

Dra. Érika Mendonça de Morais é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e atua em São Paulo. CRM-SP: 124933

 

Foto: Shutterstock

TAGS
depressao
esquizofrenia
psicologico
transtorno-bipolar

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Por que alguns medicamentos podem ser usados para o tratamento de diversos transtornos mentais?"

Ernesto

Muito esclarecedor, principalmente, para que tem casos de familiares que fazem uso de medicamentos para transtornos mentais.

Rui luzaer

O mais angustiante do paciente lúcido, é não ver no médico uma garantia ou explicação convincente da utilização de um determinado medicamento.

Valéria Sica

Exatamente, Rui. A falta de tempo ou de paciência de explicar ao paciente a sua ‘doença’ e medicação prescrita, também contribui com o abandono do tratamento. Matérias esclarecedoras, são sempre bem vindas! Boa matéria!

Cuidados Pela Vida

Olá Valéria, ficamos felizes que tenha gostado! Continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Abraços.

Maria Ferreira Barros

Boa tarde Dr Érica.Mendonca gostaria de saber se tomar amipritilina por muito anos não vou me prejudicar pois estou tomando mais de 10 anos,é a minha médica não troca….. obrigada.

Cuidados Pela Vida

Oi Maria, o ideal é seguir as recomendações de sua médica. Se você se sentir insegura, converse com ela na próxima consulta, assim todas as suas dúvidas serão esclarecidas. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.