Qual é o tipo de esquizofrenia mais grave que existe?

  • +A
  • -A

A esquizofrenia é classificada em quatro tipos, cada um relacionado a intensidades e características distintas. A esquizofrenia denominada hebefrênica é a mais grave de todas e acomete mais indivíduos jovens, entre 15 e 25 anos de idade. O transtorno é marcado por sintomas como perturbação dos afetos, comportamento irresponsável e imprevisível, pensamento desorganizado e discurso incoerente.

Perigo do transtorno não responder ao tratamento


quatro tipos principais de esquizofrenia: paranoide, hebefrênica, indiferenciada e catatônica. “A esquizofrenia tipo hebefrênica é a mais grave, pois cursa desde o início com sintomas chamados negativos, que são embotamento afetivo, isolamento social e perda de interesse, motivação, lógica e iniciativa”, explica o psiquiatra Miguel Angelo Boarati.

Segundo o médico, esse quadro normalmente se desenvolve com deterioração progressiva das funções cognitivas superiores e responde mal a alguns antipsicóticos, podendo evoluir com refratariedade, ou seja, sem responder adequadamente a nenhum tratamento. “Por essa razão ele é mais grave que os demais. O paciente após um tempo de doença poderá ficar permanentemente debilitado, sem retornar ao seu quadro basal pré-crise”.

Tratamento reforçado para esquizofrenia mais grave


Para o Dr. Miguel, o tratamento para a esquizofrenia hebefrênica deve ser ainda mais incisivo do que nas demais, apesar de salientar que todas necessitam ser muito bem acompanhadas.  “Na hebefrênica tem que ir além, buscar a remissão o mais completa possível dos sintomas, especialmente os negativos. Deve-se apostar no uso de medicação antipsicótica, reabilitação neurocognitiva e ocupacional, trabalhando as limitações que são impostas pela progressão da doença”.

O psiquiatra entende que, caso o paciente tenha um bom suporte familiar e consiga garantir o tratamento em regime ambulatorial, a internação tem chances de ser evitada. “Aliás, a internação integral só se faz necessária quando o paciente está mais agitado, agressivo, colocando em risco a si e aos demais, além de não aderir ao tratamento”, enfatiza.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Miguel Angelo Boarati

Dr. Miguel Angelo Boarati

Psiquiatria

CRM: 85105 / SP

TAGS
esquizofrenia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

33 comentários para "Qual é o tipo de esquizofrenia mais grave que existe?"

Cristiane

Quais os remédios corretos a tomar?. Essa doença da direito aposentadoria?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Cristiane, somente após uma avaliação médica, ele poderá indicar o tratamento adequado para cada caso. Quanto a aposentadoria, você pode verificar com o médico do trabalho ou com um perito do INSS se o quadro do paciente pode ser indicativo para aposentadoria. Abraços.

Vanda

MEU filho cir zolho em casa não pecebi oque tava acontecendo ele estava lendo a bribia pois do nada surto é gravi não é agredido só não dormi é questio na muito sombri a biblia eu entendi ele é o certo pois tou muito preocupada nuca aconteceu ele tem 20anos

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Vanda, acompanhe seu filho em uma consulta com o psiquiatra ou psicólogo para que ele possa identificar o que está ocorrendo e indique a conduta adequada. Abraços.

Carolina

Minha esposa têm quadro de esquizofrenia faz tratamento um tempo agora voltou a trabalhar só que tento se matar por duas vezes não dormi fica falando sozinha se tranca surta quebro tdo na empresa oque devo fazer tem dias que ela sem fala com ninguém

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Carolina, é importante que ela siga o tratamento prescrito pelo médico, e também que compareça a consultas regulares para avaliação. Abraços.

lais

Ola, eu gostaria de saber em qual colocação esta a paranoide? pois ha suspeita deu ter isso.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Lais, temos em nosso site uma matéria que pode esclarecer sua dúvida, segue o link:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/quais-tipos-de-esquizofrenia-existem
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

Henrique

Tenho sensação de estar sendo perseguido o tempo todo, já usei cannabis

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Henrique, temos em nosso site uma matéria com informações que podem te auxiliar, segue o link:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/por-que-maconha-esquizofrenia
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/esquizofrenia-drogas
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

Joselson

Meu irmão e esquizofrênico eo quadro dele e não quer tomar banho, nem tomar o medicamento, passa até dois dias sem tomar água, quando centa em algum lugar ele trava não quer alevantar mais, se urina e se faz coco…obs gostaria de saber qual medicamento e mais endicado para esse quadro

Juliana

Vim morar em São Paulo e dois antes de vim minha mãe teve uma reação que nunca tinha visto antes falando que não ia dar conta de certas coisas que sempre fez e de uma semana pra só piorou jogou os remédios fora que tava tomando e hoje anoite ela teve uma grande crise e o médico falou que é crise esquizofrenia foi embora pra casa dopada ele disse que o melhor é internar pra amenizar as crises me ajuda

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Juliana, converse com o médico de sua mãe para que possam verificar quais as possibilidades de tratamento para ela. Abraços.

Marijane Silvania nascimento

Meu filho tenho esquizofrenia gostaria de saber se tenho cura ele tenha 19ans

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Marijane, assim como algumas doenças, infelizmente a esquizofrenia não tem cura, porém é possível minimizar os sintomas. O tratamento deve ser realizado pelo resto da vida do paciente, sem interrupções. No entanto, a esquizofrenia não impede o convívio social, bem como a realização das atividades cotidianas. Temos em nosso site o depoimento de um paciente que convive com a doença http://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/mineiro-enfrenta-esquizofrenia
Abraços.

Cely Soares

Meu filho surtou em Dezembro passadi,tomou rispiridona quetiapina por uns 3 meses,esteve muito mal,de andar nú dentro de casa,agira está com 1mês sem tomar nada e acho até melhor do quê quando tava tomando a medicação,só está apático,calado,demora um pouco pra responder,o discurso está empobrecido,mas bem lúcido,coerente,sabe os dias da semana,às vezes,mas sabe.Será que é mesmo esquizofrênia?!

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Cely, se você está insegura com o diagnóstico do seu filho, consulte a opinião de um outro especialista. Abraços.

Rosilda

Olá faço tratamento psiquiátrico no caps da minha cidade há algum anos e depois de um certo tempo minha médica disse que eu tenho um Quadro esquizofrênico eu também tenho um irmão que tem esquizofrenia o quê eu faço mesmo em em tratamento não consigo mas trabalhar

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rosilda, segue o link de uma de nossas matérias com informações para você:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/medidas-complementar-antipsicoticos
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

Waldecir

Tenho esquizofrenia tomo os medicamentos levomepramazina olanzapina clozapina carbamazepina prometazina tioridazina biperideno de manhã e noite não é muito peço opinião

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Waldecir, só é possível verificar o melhor tratamento após uma consulta presencial. Uma vez que foi realizada a indicação dos medicamentos pelo psiquiatra é muito importante segui-lo até o final para amenizar as crises e melhorar sua qualidade de vida. Desejamos sucesso no seu tratamento. Até logo.

vanusa

Vejo coisas assustadoras o tempo todo no rosto das pessoas, ouço vozes de ordem, para que eu faça coisas ruins, vejo objetos em movimento, coisas sendo construídas…Tenho muito medo de machucar as pessoas que eu mais amo! Estou tentando mim tratar com medicamentos indicados pela psiquiatra, mais não seria mais seguro mim afastar? Mim internar?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Vanusa. Agradecemos por compartilhar seu comentário. É importante conversar com seu psiquiatra sobre essa opção. Só é possível orienta-la diante de uma consulta presencial, por isso dialogar com seu médico é necessário para avaliar o tratamento mais adequado para você. Desejamos sucesso no seu tratamento. Até breve.

CÍNTIA SANTOS DO NASCIMENTO

Estou com minha mãe agradindo, atormentada, GRITANDO IMPROPÉRIOS, totalmente descompensada, fica dias e dias, já fazem semanas pedindo suas chaves, seus documentos. Grita se machuca, chora, quer furtar as coisas e enfim, nos cuidavamos dela, mas hj em dia não temos chance, pois só temos eu e meu filho de dezoito anos, que me ajudava a cuidar dela, isso se arrasta desde 2013/ 2014, onde parei de trabalhar e conseguia CUIDAR de TD dela pois dsemore foi MT COMPLICADA em sua SAÚDE de quase TDAS AS FORMAS, mas isso está acabando com ela e com a nossa vida, pois meu irmão diz que a gente se mate, e não quer saber de nada, mas ela está sofrendo e nos fazendo sofrer MT, são dias e mais dias de sofrimento e eu e meu filho nao sabemos mais o que fazer, nem podemos estudar, e meu filho está sendo MT prejudicado nos seus estudos, pois terminou ano passado o curso NORMAL e já está cursando sua faculdade agora indo P o segundo semestre, mas não está conseguindo estudar, pois está com a cabeça MT cansada, e eu que sou pai e mãe, n tenho condições de sair P TRABALHAR nem ter minha vida com um companheiro, pois n posso sair pq , como já disse ela furta coisas e arromba nossa casa, preçiso saber onde é como ENCONTRAR AJUDA OARA ESSA SITUAÇÃO TRISTE E MEDONHA!!!ESTAMOS MUITO CANSADOS E PRECISAMOS VIVER E VE LA CUIDADA! POR FAVOR ALGUEM NOS AJUDE OELI AMOR DE DEUS!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Cíntia. Obrigado por confiar ao nosso programa o seu relato. O primeiro passo e o mais fundamental é dirigir-se a um especialista, podendo ser o serviço de saúde gratuito que a senhora possuir mais perto, porque, é preciso primeiro fazer o diagnóstico, para saber qual o quadro, e a gravidade, e depois poder prescrever um tratamento. Depois de consultado ao especialista, e for o caso de um quadro de esquizofrenia, é demasiadamente importante que faça adesão do tratamento estipulado pelo médico, porque este é o principal caminho para evitar os surtos, e eliminar alguns desses comportamentos destrutivos, e para que ela tenha melhora na qualidade de vida. Estamos torcendo para que a sua mãe melhore, torcemos por você e por seu filho! Desejamos abraços a todos! Até mais.

CÍNTIA Santos

Estou com minha mãe agradindo, atormentada, GRITANDO IMPROPÉRIOS, totalmente descompensada, fica dias e dias, já fazem semanas pedindo suas chaves, seus documentos. Grita se machuca, chora, quer furtar as coisas e enfim, nos cuidavamos dela, mas hj em dia não temos chance, pois só temos eu e meu filho de dezoito anos, que me ajudava a cuidar dela, isso se arrasta desde 2013/ 2014, onde parei de trabalhar e conseguia CUIDAR de TD dela pois dsemore foi MT COMPLICADA em sua SAÚDE de quase TDAS AS FORMAS, mas isso está acabando com ela e com a nossa vida, pois meu irmão diz que a gente se mate, e não quer saber de nada, mas ela está sofrendo e nos fazendo sofrer MT, são dias e mais dias de sofrimento e eu e meu filho nao sabemos mais o que fazer, nem podemos estudar, e meu filho está sendo MT prejudicado nos seus estudos, pois terminou ano passado o curso NORMAL e já está cursando sua faculdade agora indo P o segundo semestre, mas não está conseguindo estudar, pois está com a cabeça MT cansada, e eu que sou pai e mãe, n tenho condições de sair P TRABALHAR nem ter minha vida com um companheiro, pois n posso sair pq , como já disse ela furta coisas e arromba nossa casa, preçiso saber onde é como ENCONTRAR AJUDA OARA ESSA SITUAÇÃO TRISTE E MEDONHA!!!ESTAMOS MUITO CANSADOS E PRECISAMOS VIVER E VE LA CUIDADA! POR FAVOR ALGUEM NOS AJUDE OELI AMOR DE DEUS!

Kris

Oi, eu li alguns comentários e eu só fiquei pensando q meu marido foi diagnosticado com esquizofrenia ebifrenica eu não aceito q ele um dia pode não voltar de uma crise, ele é tão jovem só tem 24 anos e tá se tratando a 02 anos já, mas as crises tão sempre presentes e as vezes muito fortes eu só queria dizer q ninguém merece ser esquecido em uma clínica psiquiátrica eu o amo vamos lutar juntos se ele ficar sozinho seria o fim dele pois a família já o abandonou somos só eu e minha mãe q também e esquizofrênica q cuidamos dele em crise e eu cuido de minha mãe em crise só q ela é mais calma eu só queria dizer q quando bem tratados ele são calmos e carinhosos é só seguir o tratamento certo e aceitalos

Claudia cristina ginu de souza

Tenho sentido medo e escuto vozes pedindo p eu matar alguns entes queridos que estão em alguns momentos comigo…sinto o sangue correndo..é até como devo mata -losFico com muito medo…pelo a Deus que me proteja e tento reverter esta situação com pensamento positivos…o que devo fazer? Fiz em 06 meses cirurgia de tumor…miningioma no cérebro…

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Claudia. É fundamental que ao sentir-se apta, tentar buscar auxilio de um especialista, ou informar sobre essa situação a alguém próximo, que possa leva-la ao médico para que seja feita uma intervenção. Torcemos pela sua melhora. Até a próxima.

Miriam de Brito da Silveira

Meu filho têm escrisofenia paranoia, é quarta vez que tenta se mata. Da última vez pulou da passarela bateu a cabeça quebrou maxila e a perna. Queria saber se quando bate à cabeça melhor á escrisofenia?agora ele está mais calmo.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Miriam. A esquizofrenia pode ser tratada com medicamentos e terapias em alguns casos. Orientamos que converse com o médico do seu filho, sobre o seu comportamento atual, pois cabe a ele avaliar sobre a melhora ocorrida. Abraços!

Maria Helena

Meu filho tem 21 anos tem depressão e só fala que tá sendo perseguido por satanás só fala disso e violento com a família e uma fixação por coisa satânica eu abandonei a minha casa não consigo morar com ele isso pode ser esquizofrenia?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Maria. Os principais sintomas da esquizofrenia são as alucinações e delírios, então é seguro dizer que a noção de realidade do paciente tende a ser comprometida, distorcida, alterada. Neste caso, o ideal é que converse com o psiquiatra para que ele realize um diagnóstico, e assim inicie um tratamento o mais depressa possível. Estamos torcendo por você e por seu filho. Até logo.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.