Como identificar os primeiros estágios da esquizofrenia?


  • +A
  • -A

A esquizofrenia é uma doença psiquiátrica bastante complexa e caracterizada pela presença de sintomas psicóticos logo no início de seu desenvolvimento. O diagnóstico precoce previne contra a piora da doença e ajuda a manter a qualidade de vida e a autonomia, já que, em casos graves, alguns pacientes não conseguem trabalhar, se cuidar e nem se relacionar com outras pessoas.

Os principais sintomas da esquizofrenia

Os sintomas são divididos em dois grupos. Os chamados sintomas positivos envolvem os delírios, as alucinações e a agitação psicomotora. Os pacientes podem acreditar em fatos ou acontecimentos que não são verdadeiros e também podem pensar que estão sendo perseguidos. Já os negativos são isolamento social, dificuldades de falar, de organizar o pensamento e de expressar emoções e sentimentos.

Segundo o psiquiatra Miguel Angelo Boarati, o comportamento do indivíduo esquizofrênico pode mudar de uma hora para outra ou de maneira vagarosa. O especialista descreve as mudanças: “Os pacientes começam a se isolar, a ficarem quietos ou com olhares vazios. Em outros casos, é possível observar que o eles passam a ter medo e a tomar atitudes estranhas, como se esconder e dizer que querem matá-lo.”

Esquizofrenia é uma doença causada por vários fatores

Para identificar um quadro de esquizofrenia, é importante analisar se o paciente apresenta alguns dos fatores de risco da doença, já que ela é multifatorial. “Já se sabe que existem fatores genéticos e também problemas durante a gestação e o parto, como infecções e traumas, que podem agir como fatores causais”, afirma Miguel Angelo.

Passar por um evento de grande estresse e ansiedade não provoca sozinho o surgimento da esquizofrenia, mas sim em conjunto com outros fatores. “Podemos citar o convívio com a violência e abusos, além do uso de substâncias psicoativas, como a maconha, a cocaína e o crack”, alerta Boarati. Caso note mudanças de comportamento em um amigo ou familiar que apresente fatores de risco para a esquizofrenia, converse com pessoas próximas e ajude-o a procurar auxílio médico.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 

Dr. Miguel Angelo Boarati

Psiquiatria

CRM: 85105 / SP

TAGS
esquizofrenia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Como identificar os primeiros estágios da esquizofrenia?"

Wolney

Tenho um amigo que esta com alguns desses sintomas, alem do mais ele se encaixa no perfil das pessoas que podem desenvolver a doença. Oq posso fazer para ajudalo?

Ciumara

Meu filho desde a infância sempre foi agitado,chorava mto até os dez anos,nunca pensei que ele poderia ter algo,um dia levei ele ao médico e o médico receitou um antidepressivo para acalmar essa agitação, ainda brincando meu filho falou mãe nem esse remédio me deixa quieto. Com 17 para 18 anos começou a usar maconha com 20 anos por dois meses usou cocaina,hj usa só maconha,está com 25 anos, tenho notado comportamentos estranhos demais,fica agressivo,sente ódio das pessoas aí só fala em matar, mexe a boca não sei se esta falando ,porq não ouço som,fala sozinho mas da pra saber ouvir o q ele está falando, tem um olhar vazio,não dorme direito qndo não usa a maconha,já consultou psiquiatra o psiquiatra falou pra ele vc não pode usar drogas porq vc tem predisposição para desenvolver doenças mentais como esquizofrenia ou transtorno bipolar, está sendo uma luta grande ajudar meu filho pois ele não aceita diz q está bem nso precisa de tomar medicação ele já tomou algumas vezes respiridona e carmabazepina eu estou com pés e mãos atados tbem faço tratamento pro câncer está sendo difícil pra eu ver todo esse sofrimento dele.

Marilene da Silva

Meu irmão tem essa doença, tem alucinações de ouvir vozes que estão perseguindo ele. Mas não sabemos como lidar.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.