Você sabia que trocar a medicação usada no tratamento da endometriose pode te prejudicar?


  • +A
  • -A

A endometriose é um problema que afeta as mulheres e provoca o crescimento do endométrio para fora do útero, podendo atingir outros órgãos, como a bexiga e raramente até os pulmões. A doença pode ser tratada com sucesso, evitando a infertilidade, uma de complicações mais frequentes, e controlando as intensas dores que tanto podem te incomodar. Entretanto, para que isso aconteça, a medicação do seu tratamento não deve ser trocada sem autorização médica.

Substituição dos medicamentos da endometriose só deve ser feita com recomendação médica


De acordo com o ginecologista e obstetra Alexandre Brandão Sé, algumas pacientes se adaptam bem à medicação e apresentam bom controle da doença. No entanto, em alguns casos, só porque uma pessoa conhecida falou que usa uma medicação mais moderna ou porque o médico quer tentar um tratamento novo, a paciente acaba trocando seus medicamentos, o que nem sempre é a melhor opção.

“As pacientes nunca devem trocar de medicação sem indicação médica. Às vezes, o remédio da sua amiga não é o melhor para você. Se tiver alguma dúvida, pergunte ao seu médico”, afirma o profissional. O tratamento para endometriose é escolhido pelo profissional depois de analisar com cautela todos os aspectos do seu quadro, incluindo a intensidade dos sintomas da doença e seu desejo de ter ou não ter filhos.

Trocar a medicação da endometriose pode fazer a dor voltar


Antes de tomar qualquer decisão,
procure seu ginecologista para avaliar os possíveis benefícios e prejuízos que a outra medicação pode gerar. “Esta troca tem que ser bem avaliada antes de ser feita e, ao optar pela troca, ela deve ser feita com o acompanhamento médico. Trocar de remédio pode descompensar um quadro que estava equilibrado e a paciente volta a menstruar e a sentir muita dor”, diz Brandão.

Outra atitude que pode prejudicar seu tratamento da endometriose é não seguir a frequência e a dose indicadas por seu médico. O uso de hormônios para controlar a doença, por exemplo, pode interromper sua menstruação e as cólicas. “Esquecer de tomar a medicação ou tomar em horário errado pode causar sangramentos de escape e retorno da dor. Além disso, quando os erros na tomada da medicação são frequentes, muitas vezes, a paciente não para de menstruar e os efeitos esperados não acontecem”, alerta o profissional.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Alexandre Brandão Sé

Dr. Alexandre Brandão Sé

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 15796 / DF

TAGS
endometriose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Você sabia que trocar a medicação usada no tratamento da endometriose pode te prejudicar?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.