Endometriose no ovário: quais são os sintomas desta doença? Como é o seu tratamento?

  • +A
  • -A

A endometriose é uma doença conhecida do sexo feminino. Segundo o documento Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas, elaborado pelo Ministério da Saúde, cerca de 10% das mulheres brasileiras sofrem com essa doença ginecológica que pode atingir não só o útero, mas também outros locais, como é o caso da endometriose ovariana. Mas, afinal, o que é endometriose no ovário? Quais são os seus sintomas? A ginecologista Fernanda Torras tirou todas as dúvidas sobre esse tipo específico da doença e como funciona o tratamento. Confira! 

Endometriose no ovário é um risco para a saúde da mulher?

“Endometriose ovariana é a presença de tecido endometrial nos ovários (característico dessa doença, a endometriose), formando um cisto ovariano com características próprias, que chamamos de endometrioma”, conceitua a ginecologista. Os sintomas de endometriose no ovário incluem dor intensa na região pélvica durante a relação sexual, cólicas menstruais fortes, diarreia ou prisão de ventre, além de fluxo menstrual intenso e presença de sangue nas fezes.

De acordo com Dra. Fernanda, a endometriose no ovário pode gerar riscos maiores para a saúde da mulher: “O endometrioma é um indicativo de endometriose infiltrativa. Isso significa que quando se faz o diagnóstico de endometrioma, devemos  investigar e rastrear outras lesões de endometriose na paciente com exames adequados, pois a doença pode comprometer a fertilidade da paciente. Além disso, uma pequena porcentagem de endometriomas pode sofrer transformação maligna e originar um câncer de ovário”.

Vale lembrar que, além dos ovários, o tecido endometrial também pode atingir outros órgãos, como o intestino (endometriose intestinal), e as trompas de Falópio, além do próprio útero. 

Cirurgia de endometriose é opção para algumas pacientes

A endometriose ovariana não tem cura, mas tem tratamento. A ginecologista cita algumas alternativas para quem sofre do problema: “Tudo dependerá da extensão da doença e da sintomatologia da paciente. O tratamento conservador consiste no bloqueio hormonal com uso de anticoncepcionais contínuos para as pacientes que não desejam gestar no momento”.

Porém, a medicação hormonal não é a única saída. “Dependendo da dimensão do endometrioma (maiores que 4cm), da extensão da doença e do quadro clínico da paciente, a cirurgia de endometriose pode ser necessária, com remoção do cisto em conjunto com bloqueio hormonal após a cirurgia. Nesses casos, é importante pensar no futuro reprodutivo, devido à possibilidade de perda de reserva ovariana na cirurgia”, explica a ginecologista.

Dra. Fernanda também ressalta a importância da mudança de hábitos e da promoção do bem-estar nos casos de endometriose no ovário: “A endometriose é uma doença que necessita de um acompanhamento multiprofissional. É muito importante uma dieta adequada, prática de atividade física e higiene do sono”.

 

Dados do Ministério da Saúde: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/abril/02/pcdt-endometriose-retificado-livro-2010.pdf

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Fernanda Torras

Dra. Fernanda Torras

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 130332 / SP

TAGS
endometriose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Endometriose no ovário: quais são os sintomas desta doença? Como é o seu tratamento?"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.