A endometriose pode ser prejudicial para a fertilização in vitro?


  • +A
  • -A

A endometriose pode ocasionar a infertilidade, devido os distúrbios na ovulação, provocando a redução do número e/ou da eficiência da reserva de óvulos, distorção da anatomia pélvica através da reação inflamatória e produção de toxinas que prejudicam a interação entre óvulo e espermatozoide, como, por exemplo, interferir na implantação do embrião ao óvulo.

A fertilização in vitro é uma técnica de reprodução assistida que tem como objetivo manipular os gametas femininos e masculinos (espermatozoides e óvulos) em laboratório, procurando obter embriões de boa qualidade. Este procedimento é indicado para obstrução tubária, infertilidade devido ao fator masculino; infertilidade sem causa aparente; todas as causas que não responderam a outros tipos de tratamento e endometriose.

Estudo realizado pela Rede Latino-Americana de Infertilidade (Redlara) com 22.416 mulheres, onde 3.583 possuíam endometriose e 18.833 sem a doença verificou que a fertilização in vitro não apresentou diferença significativa em mulheres com ou sem a doença, pois a taxa de fertilização não foi prejudicada e a probabilidade de alcançar um nascimento vivo também não foi afetada.

Referencias:

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Central Saudável Saber

Central Saudável Saber

Clínica Médica

CRM: /

TAGS
endometriose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A endometriose pode ser prejudicial para a fertilização in vitro?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.