A endometriose pode surgir já na adolescência?

  • +A
  • -A

A endometriose é uma doença ginecológica que ainda é desconhecida por muitas mulheres e, por isso, não é incomum surgirem dúvidas sobre o que é endometriose, quais são os sintomas e até mesmo se ela tem cura. Quando falamos sobre endometriose na adolescência, essas questões são ainda mais complexas. A ginecologista e obstetra Fernanda Freire esclareceu os pontos mais importantes sobre essa doença e os cuidados em adolescentes. 

O que é endometriose? Sintomas podem ser intestinais ou urinários

 

“Endometriose é uma doença crônica inflamatória que consiste na presença de tecido endometrial fora da cavidade uterina, principalmente na cavidade pélvica e nos ovários”, informa a médica. O problema também pode ser subdividido em duas formas: a endometriose superficial, que é a mais comum e atinge a superfície de ovários, bexiga, útero e tubas uterinas, e a endometriose profunda, uma evolução do primeiro quadro, que pode provocar lesões mais profundas, atingindo órgãos, como o apêndice e reto.

“Os sintomas de endometriose são muito amplos e dependem da localização da doença”, explica Dra. Fernanda, que continua: “Os mais comuns são dor pélvica crônica, dispareunia de profundidade (dor na relação sexual) e infertilidade, mas também podemos ter sintomas intestinais e urinários dependendo de cada paciente”. Para diagnosticar um caso de endometriose, são necessários exames de imagens, como a ultrassonografia e a ressonância magnética.

A endometriose pode surgir na adolescência?

 

De acordo com a ginecologista, é possível que a doença surja na adolescência, mas seu diagnóstico nessa fase da vida é um desafio, já que os sintomas de endometriose podem ser subestimados – o que acontece até mesmo com mulheres na idade adulta. “As adolescentes devem ficar atentas a sintomas como cólicas menstruais intensas, incapacitantes, que não melhoram com uso de anti-inflamatórios e anticoncepcionais e trazer esses sintomas para a consulta com a ginecologista”, recomenda a especialista. 

Muitas mulheres se perguntam se endometriose tem cura. Dra. Fernanda esclarece: “O tratamento permite evitar a progressão da doença e melhorar os sintomas. Além da adoção de bons hábitos de vida, como alimentação saudável, prática regular de atividade física e estratégias para controle do estresse, podem ser utilizadas medicações para o tratamento, como anticoncepcionais e análogos de GnRh”. Em alguns casos, a cirurgia de endometriose também pode ser indicada. 


Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Fernanda Fortunato Freire

Dra. Fernanda Fortunato Freire

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 133823 / SP

TAGS
endometriose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A endometriose pode surgir já na adolescência?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.